segunda-feira, 31 de agosto de 2015

PREFEITO ALEXANDRE VON VISTORIA O SERVIÇO DE TERRAPLENAGEM NA AVENIDA ANYSIO CHAVES

Prefeito Alexandre Von vistoriando os 
serviços da Anísio Chaves

O prefeito Alexandre Von esteve na tarde desta segunda-feira (31/08), vistoriando o serviço de terraplenagem na Avenida Anysio Chaves, no perímetro entre a Rua Afonso Pena e a Avenida Sérgio Henn. A via está sendo preparada para receber pavimentação asfáltica. O gestor destacou que este é o início do investimento para transformar a Anysio Chaves na futura Pista do Lazer de Santarém.

“Serão 2.700 metros de extensão, com duas pistas laterais com nove metros de largura, cada uma. Nós estamos falando de 5.400 metros de pista pavimentada, além de canteiro central com mais de 25 metros de largura, meio-fio, drenagem e calçamento nas duas laterais. Essa é a obra de infraestrutura, que já está contratada e iniciada. Aqui nós vamos investir aproximadamente R$ 5 milhões”, explicou o prefeito.

Von informou que a primeira etapa da obra – que prevê todos os serviços de infraestrutura – deve ser concluída dentro de seis meses. “A partir daí, nós vamos nos preparar para a segunda etapa de investimentos, que contempla os equipamentos de esporte, lazer e cultura no canteiro central, que receberá quadras para futsal, vôlei, basquete, handebol, academias de ginástica, ou seja, todo um projeto belíssimo de urbanização”, finalizou.

As obras de infraestrutura na Avenida Anysio Chaves são desenvolvidas pela empresa ETEC Engenharia, vencedora da licitação realizada pela Caixa Econômica Federal.

Participaram da visita os secretários Valdir Matias Jr. (SEMDETUR) e Edilson Pimentel (SEMINFRA), os vereadores: Chiquinho da Umes, Maurício Corrêa, Ronan Liberal Jr. e Silvio Neto, além de lideranças comunitárias dos bairros Jardim Santarém, Aeroporto Velho e Esperança.

CCOM/PMS

DESRESPEITO COM OS PASSAGEIROS. CANCELAMENTO DE VOO DA GOL PARA MANAUS, GERA TRANSTORNO E ABORRECIMENTOS A PASSAGEIROS NO AEROPORTO DE SANTARÉM. "NÃO OFERECERAM NEM ÁGUA PRA GENTE"

Avião saiu de Belém com destino a Manaus

Um avião da GOL Linhas Aéreas que saiu de Belém, com destino a Manaus, apresentou problemas durante o pouso no Aeroporto Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, na manhã desta segunda-feira (31), e o voo teve que ser cancelado. A situação gerou transtornos aos passageiros.

O pouso foi por volta de 10h e no início da tarde desta segunda-feira, os passageiros ainda estavam em busca de informações. Entre os passageiros estava um time de futebol que veio de uma partida em Belém e já tinha compromisso em Roraima. “Na hora do pouso comunicaram que teríamos que desembarcar e mais ou menos uma hora depois informaram que o voo estava cancelado e mandaram a gente para o check-in e chegamos lá não tinha uma informação certa. Já era 13h quando foram dizer que o voo só sai amanhã e que iam atrás de hotel para ficarmos. Tudo tem um compromisso, tem uma hora certa para gente chegar lá e marcar. Agora vai ter que transferir tudo”, reclamou o jogador Wilson Saraiva.

Segundo os passageiros, somente quase cinco horas depois eles receberam almoço da companhia aérea. “Chegamos 10h e a gente na fila não ofereceram nenhuma água”, disse o jogador Kelvin Ximenes.

Até o início desta tarde, a aeronave ainda estava no pátio da Infraero em Santarém e segundo informações repassadas aos passageiros, o voo só será retomado às 3h de terça-feira (1º).

Problema no sistema hidráulico

Em nota, a Gol Linhas Aéreas informou que foi identificada a necessidade de uma manutenção corretiva no componente de um dos sistemas hidráulicos da aeronave que faria hoje o voo G3 1653, de Santarém para Manaus. Os clientes foram acomodados em hotel e seguirão viagem no voo extra, G3 9000, que tem previsão de decolagem para terça-feira, às 3h.

Na nota, a companhia aérea ainda ressaltou que eventuais cancelamentos ou alterações de horários de voos são procedimentos necessários às operações aéreas. A companhia lamenta que essas medidas causem desconforto aos passageiros, mas reitera que ações como essa visam garantir a segurança operacional, item prioritário de sua política de gestão.

JK com informações do G1

VEREADOR GAÚCHO FAZ CRITICAS A ORGANIZAÇÃO DO FESTIVAL DA FARINHA DA TAPIOCA E DA FESTA DA INTEGRAÇÃO GAÚCHA NA COMUNIDADE DE BOA ESPERANÇA. "FALTOU TUDO, DESDE A TAPIOCA A MÚSICA DE TRADIÇÃO GAÚCHA. O FESTICAL VIROU UM EVENTO PARTICULAR, MUITO FECHADO E MAL ORGANIZADO"

Vereador Gaúcho

O vereador Rogélio Cebuliski (PSB), falou na Tribuna da Câmara desta segunda-feira, (31/08), a sua insatisfação com o 16º Festival da Farinha de Tapioca e a 4ª Festa da Integração Gaúcha, dois eventos que ocorreram paralelamente, na comunidade de Boa Esperança.

“Faltou tudo, desde a tapioca, música de tradição gaúcha. O festival virou um evento particular, muito fechado e mal organizado”, essa foi fala do vereador ao demonstrar a sua insatisfação quanto à organização do evento.

De acordo com o vereador, o maior investidor do evento é a prefeitura de Santarém, que pouco apareceu e que pouco foi divulgado a sua participação, porque as empresas instaladas ali é que estariam sendo beneficiadas com esta festa. 

O vereador pede ainda que a prefeitura e a coordenação avaliem a origem e objetivo da festa que é valorizar a tradição gaúcha e o que é produzido na comunidade; e completa dizendo; “ta desviando, ta desvinculando a origem do festival, é como se tirasse os botos do festival de Alter do Chão e levasse os bois de Parintins”.

JK com informações da ASCOM 

PALAVRAS DO VEREADOR REGINALDO CAMPOS, HOJE NA TRIBUNA DA CÂMARA. "ESTAMOS PREPARADOS PARA RECEBER A MANIFESTAÇÃO AMANHÃ NA CASA DO POVO. TODOS TEM O DIREITO DE MANIFESTAR, SÓ ESPERAMOS QUE SEJAM RESPEITOSOS COM A INSTITUIÇÃO"

Vereador Reginaldo Campos

O vereador Reginaldo Campos, falou na Tribuna hoje, sobre a manifestação prevista para acontecer nesta terça-feira, (01/09), em frente a Câmara Municipal de Santarém, propondo a redução de salário dos vereadores, prefeito e secretários. Reginaldo Campos disse que, na condição de presidente do Poder Legislativo, vê com muita tranquilidade, por ser a Câmara a casa do povo de Santarém, a qual tem a honra de no momento presidi-la.

Cita que a Câmara sempre recebeu todos os movimentos, sejam grandes ou pequenos, com o mesmo nível de importância, já que o parlamento é o guardião do povo. “Entendemos ser mais um movimento que vem para contribuir com o engrandecimento de nossa cidade, só esperamos que como os outros, sejam respeitosos para com a instituição. Porque a Câmara é maior que qualquer um de nós, ela vai continuar e nós vamos passar”, adverte.

“Portanto, esperamos que esse movimento venha com o espírito público, para o qual estamos preparados para debater, ouvir e respeitar”, esclarece.

Em seu pronunciamento na tribuna, Reginaldo Campos deixou claro que o vereador é um agente público, não é um assalariado. “Ele recebe o subsidio com base no que determina a Constituição Federal de 1988, não recebemos férias, nem décimo terceiro, a Câmara de Santarém não tem verba de gabinete, recebemos 50% do subsidio do deputado estadual, o que preceitua na Constituição Federal, em seu artigo 29, parágrafo 4º, em municípios de até 300 mil habitantes”, explica.

Reginaldo Campos informa ainda que neste momento não está em discussão aumento de subsidio de vereador, nem de prefeito e secretários. Informa que na sequência da pauta está: O Plano Municipal de Resíduos Sólidos; O Plano Municipal para a Infância e Adolescência; Plano Municipal que institui o Conselho do Contribuinte; Comissão Imobiliária; Cadastramento da Comissão Econômico Fiscal; outro projeto citado por Campos e que segundo ele já está chegando à Câmara é o Plano Municipal de Política para o Turismo.

“São projetos importantes que estão e continuarão a ser discutidos, portanto não está na pauta aumento de subsidio, isso só será visto cerca de 30 dias antes da eleição do ano que vem, conforme o que determina a Lei Orgânica do Município de Santarém” informa Reginaldo Campos.

JK com informações da ASCOM

HOMEM OU RATO DE ESGOTO? VALENTÃO COVARDE DA SURRA NA EX-MULHER POR CIÚME NA CIDADE DE TERRA SANTA E FOGE PRA NÃO APANHAR DA POPULAÇÃO REVOLTADA

Covarde bateu na ex-mulher e fugiu da cidade

Na cidade de Terra Santa Pará, o caboclo Josino Ribeiro, na noite de sábado para domingo (30), ao ver sua ex-mulher Amanda, cheirosa e bem arrumada, bateu uma ciumeira, pois ela não quis mais nada com ele, por ser um valentão violento, o casal tem um filho, Josino, apesar de estar separado nunca deixou sua ex-companheira em paz, sempre aporrinhando a vida de Amanda, quando foi neste sábado ele se apossou do espírito seco da covardia e espancou a ex-mulher que sem poder se defender, ficou em situação grave. A população se preparou para fritar o peste, mas ele pegou o beco e sumiu nesse mundo cão.

JK com informações do Blog do Nelson Vinencci

TURISTA AMAZONENSE RECLAMA DE ATENDIMENTO PÉSSIMO DA "BARRACA DO DECO" NA VILA DE ALTER DO CHÃO. "INFELIZMENTE SAI MUITO DECEPCIONADA COM O TRATAMENTO QUE NÓS DERAM NA ILHA DO AMOR"

Turista reclama que foi mal atendida na 
barraca do Deco em Alter do Chão

Boa tarde JK, vim até aqui pra deixar um pouco da minha INSATISFAÇÃO com a FAMOSA PRAIA DE ALTER DO CHÃO. 

Estive recentemente lá, e dessa vez fiquei extremamente decepcionada com o atendimento da barraca que vou publica a foto, chegamos na praia numa sexta-feira e sentamos na "BARRACA DO DECO", fomos muito mal atendida pelo simples fato de sermos apenas 3 pessoas, o primeiro rapaz do qual a gente fez sinal pra vim atender, deu as costa como resposta, chamamos por mas de dez vezes alguém pra vim atender e nada, quando um funcionário achou que era a hora de vim nos atender ele veio, e disse a simples resposta ao ser questionado pela minha amiga do por que? o outro rapaz deu as costas como resposta, então vamos la a resposta dele "É PORQUE OS GARÇONS NÃO GOSTAM DE ATENDER MESA COM CASAL E NEM COM TRÊS PESSOAS E SIM ATENDER GRUPOS DE PESSOAS", ficamos uma olhando pra cara da outra, e permanecemos no mesmo local ate porque fomos pra la com a intenção de nos divertimos, mas foi só raiva, pedimos cerveja e um tambaqui, por fim fizemos consumos, com o passar da hora o outro rapaz veio até a nossa mesa pegou os copos de vidro no qual um estava com bebida e simplesmente recolheu os copos e levou pra outra mesa onde se encontrava um grande números de pessoas, novamente pedimos copos dos quais o rapaz trouxe descartáveis, resolvemos pagar a conta e vir embora pra cidade e surpresa os 10% do garçon estava lá incluso na conta, tudo bem, até porque em todo lugar que você vai, tem a porcentagem do serviços prestado, mas dessa vezes foi um serviço MAL PRESTADO, não que eu mim importe de beber em um copo descartável, não que eu queira ser atendida rapidamente, mas passar pelo que passamos, ver mesas com seis pessoas que chegaram muito depois da gente serem atendidas rapidamente, ai é pra acabar, é uma falta de respeito com tudo isso o que eu vir foi o que varias pessoas já tinham mim falado, eles olham pra sua cor e quando ver que você é da região norte, eles dão pouca atenção, bem, se eu sentei em uma mesa, é logico que eu iria consumir, sou de Manaus, mas não de dentro do MATO como muitos ignorantes acham que nos aqui vivemos, estou acostumada a andar em bares na minha capital, em grandes lojas em banhos mas nunca na minha vida alguém chegou e disse o que esse rapaz veio dizer, até porque aqui a coisa funciona diferente, se algo desse tipo acontece, é chamado logo o responsável pelo local, sinceramente a praia é muito bonita mas não pretendo volta tão cedo la e vou dizer a todos que conheço, que pretendem visitar a FAMOSA ILHA DO AMOR e principalmente se forem de casal ou de três pessoas, por favor evite senta na "BARRACA DO DECO" é arriscado os funcionários expulsarem vocês pelo simples fato de faltar cadeiras pra grupos grandes de pessoas sentarem, não estou aqui descriminando nem a cidade nem a vila e muito menos a praia e sim pessoas muito mal educadas, sem total preparo pra atender turistas, seja eles de onde for, falta muito ainda pra ser conquistado, muitas coisas, INFELIZMENTE ta ai a foto, pena que não tirei foto do funcionário porque seria assim bem melhor.

Strela Sevach - Via Facebook para o BLOG DO JK

JUSTIÇA FEDERAL AFASTA SECRETÁRIA DE FINANÇAS DO MUNICÍPIO DE TUCURUÍ, ACUSADA DE DESVIAR 38 MILHÕES DE REAIS DOS COFRES PÚBLICOS

Jane Sheila Vaz Rodrigues, 
Secretária acusada de roubo

A Justiça Federal afastou do cargo a Secretária de Fazenda do município de Tucuruí, no Pará, por suspeita de desvio de R$ 38 milhões em verbas municipais e federais. Também foram afastados do serviço público a procuradora jurídica e um diretor de tributos da secretaria.

Investigação feita pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público do Estado demonstrou que os três se associaram para assinar, com uma empresa de fachada, um contrato de locação de caminhões e maquinário para execução de serviços como manutenção de estradas, ruas e coleta de entulho. Os servidores estão proibidos de ingressar em qualquer dependência da Prefeitura, sob pena de descumprimento das medidas e novo pedido de prisão.

A Construpar foi contratada em 2010 pela prefeitura por pouco mais de R$ 8 milhões. De lá para cá, foram assinados quatro termos aditivos ao contrato, o último com vigência até 31 de agosto, num valor total de R$ 58,2 milhões. Até agora, foram pagos à empresa R$ 38 milhões. No endereço da empresa, o MPF encontrou uma pequena venda de peixe e açaí. Nenhum caminhão. Sequer havia espaço para estacionar um carro.

Os dois sócios-proprietários que assinaram os recibos que atestam os serviços são irmãos. Em depoimento ao MPF, Aline Furtado e Anderson Furtado confirmaram serem proprietários da empresa. Aline ainda está concluindo o ensino médio e Anderson mora na casa de uma tia. Ambos são primos de um dos servidores acusados, o diretor de tributos da secretaria de fazenda de Tucuruí, Edson Andrey Furtado da Costa, vulgo "Tinho".

A investigação aponta que Edson é o verdadeiro proprietário da Construpar. A Secretária de Finanças, Jane Sheila Vaz Rodrigues, chegou a confirmar a informação em depoimento, mas o diretor nega. Foi a Secretária quem assinou todas as ordens de pagamento em favor da Construpar. A procuradora jurídica do município, Idalene Barroso, também afastada, foi quem subscreveu os contratos e os aditivos que fizeram o valor pago pela prefeitura à empresa chegar a R$ 38 milhões de reais.

Para o MPF e MP/PA, há fortes indícios de que nenhum serviço tenha sido prestado e o contrato seja inteiramente fraudulento. O procurador da República Luiz Eduardo Smaniotto e a promotora de Justiça Francisca Fernandes de Sá chegaram a pedir a prisão preventiva dos cinco envolvidos, mas a juíza Claudia Giusti Belache entendeu que não há risco deles fugirem e ordenou que todos compareçam uma vez por mês na vara federal de Tucuruí.

Quanto ao envolvimento do Prefeito Sancler Ferreira, as investigações foram remetidas ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, por causa do foro privilegiado.

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação

PAÇOCA TIRAVA ONDA E OSTENTAVA NO FACEBOOK. VEJA A MATÉRIA MOSTRADA ONTEM NO FANTÁSTICO ONDE SANTARÉM VIROU NOTÍCIA NACIONAL

Paçoca, Everton e o pai Irio Orth e o Bacelar foram as principais atrações do Fantástico

Não é de hoje que bandidos exploram ilegalmente madeira da Amazônia, mas, esta semana, para uma quadrilha, chegou o fim da linha. O Fantástico mostra a operação que desmantelou, no Pará, um grupo de piratas amazônicos. Um esquema que movimentava bilhões de reais, desmatava, corrompia funcionários públicos e ameaçava de morte quem ficava no caminho.


No meio da mata, uma clareira, uma das dezenas de serrarias que operam com madeira ilegal no oeste do Pará, a região que mais desmata no país. Ação de uma organização criminosa que destrói a floresta, oprime e ameaça a população mais desprotegida da Amazônia.

Um esquema que começou a ser desmontado na segunda-feira (24), numa grande operação da Polícia e do Ministério Público Federais que já prendeu 21 pessoas.

Estima-se que entre 50% e 80% de toda a madeira retirada na Amazônia seja produto de desmatamento ilegal, um negócio que, só em exportações, movimenta em média R$ 1 bilhão por ano.

Fantástico: É possível legalizar tanta madeira sem a participação de órgãos públicos?
E
Ildo Gaspareto (superintendente da Polícia Federal no Pará): Não, é impossível, por isso que o trabalho de inteligência policial e de integração dos órgãos é fundamental. Nós temos que ser mais organizados que o crime organizado.

O Fantástico teve acesso a trechos de gravações feitas em oito meses de investigação da Polícia Federal e do Ministério Público, com autorização da justiça. Dois operadores do esquema combinam esconder uma carga ilegal até conseguir a papelada. Na conversa, fala-se de pagamento de propina para autoridades.

Rodrigo Andrade: Depois de uns dez ou quinze dias que ver que o negócio não vai dar nada, não vai vistoria, não vai travar. Até lá, não sai um metro a não ser para pagar juiz, advogado e o pessoal da Sema [Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará].

A madeira cortada de forma criminosa ganha aparência de madeira legal, com uma fraude cada vez mais sofisticada. O comércio de licenças de corte fraudadas ou roubadas.

O principal operador do esquema, Paulo Sérgio da Silva, o Paçoca, não escondia a vida boa que levava com o dinheiro do crime: viagem de jatinho, carros de luxo. Agora, está preso em Belém.

Quando negocia, deixa claro que não vende madeira, só papel. O preço é por metro cúbico de madeira serrada.

Nicácio: O que você está fazendo com maçaranduba, ipê, angelim?

Paçoca: Hoje, aqui, cara, está R$ 350, R$ 340 ipê, maçaranduba está R$ 180, R$ 170 o preço na praça à vista.

Nicácio: Você está falando preço do quê?

Paçoca: Só da nota fiscal, o custo do documento.

Documento que só deveria acompanhar madeira tirada de áreas de manejo sustentável, onde cada árvore tem um número, que fica com ela desde a retirada do mato até o consumidor final. Mas esse registro é virtual, um documento eletrônico, e foi assim que o desmatamento entrou na área dos crimes cibernéticos. Eles agiam de várias maneiras, como invadindo os computadores de empresas legalizadas.
Eles também clonovam licenças. Assim, a licença era reusada para esquentar madeira ilegal e chegar a hackear os computadores do próprio Ibama e da Secretaria do Meio Ambiente do Pará, e emitiam eles mesmo novas licenças, para esquentar madeira de origem criminosa.

É tanto documento frio que o trabalho do Ibama era como enxugar gelo. Nos últimos anos, recolheu papéis falsos que seriam usados para jogar no mercado madeira no valor de R$ 600 milhões, o equivalente a 6,5 mil caminhões carregados.

Em uma serraria a 120 quilômetros de Santarém, acontecia, segundo a denúncia do Ministério Público, um novo tipo do crime: os madeireiros tinham projeto de manejo, mas, em vez de explorar a madeira na área autorizada, tiravam das áreas de preservação. A serraria foi lacrada.

E não foi só no pátio da serraria que o Ibama encontrou madeira ilegal. Escondida no meio do mato, a 500, até mil metros de distância da serraria estavam muitos metros cúbicos de madeira. Tudo escondido sob as copas das árvores. As pilhas estavam também cobertas com galhos, para não serem vistas por satélite ou pelo helicóptero do Ibama.

Preso na segunda (24), o dono da serraria se defendeu. “Sou o único que tem plano de manejo”, afirma.

Everton e o pai, Irio Orth, também preso, seriam, segundo a polícia, os responsáveis por receptar e esquentar madeira ilegal da quadrilha. Ambos dizem que foram presos injustamente.

Segundo a polícia, as fraudes envolvem empresas-fantasma, para escapar das multas ambientais.

Em cinco anos, o Ibama emitiu quase R$ 15,5 bilhões em multa, mas só conseguiu receber menos de 2% desse total.

Na operação foram presos fiscais da Sema e do Ibama, que acobertavam a ação da quadrilha.

“Eles estavam passando informação de áreas da operação, do nome dos servidores que estavam em operação em determinado local. Tudo isso leva a um risco muito maior para essa pessoa que está no local e não se corrompeu”, aponta o superintendente do Ibama no Pará, Alex Lacerda.

A investigação chegou também aos projetos de reforma agrária. A denúncia é grave. A Superintendência Regional do Incra estaria deixando os assentados desassistidos de propósito. Sem poder tirar o sustendo da terra, os assentados vendem a madeira ou a terra, porque os projetos de plantio e apoio nunca chegam. Só que, neste caso, a omissão do Incra não era por falta de recursos, mas deliberada, proposital, para facilitar o trabalho da quadrilha. É essa a acusação que o Ministério Público faz contra o superintendente do Incra em Santarém, Luiz Bacelar, e mais três funcionários do instituto.

A polícia gravou conversas entre Bacelar e um intermediário chamado Charles, que também foi preso. Charles fala sobre uma propina a ser paga a Bacelar.

Charles: Rapaz, aquela situação lá, o rapaz me ligou disse que deu um problema no depósito.

Bacelar: Ah.

Charles: Aí vai tentar de novo. Vambora ver amanhã, eu falei como é que vai dar, mas tranquilo.

No dia seguinte, o depósito na conta de Bacelar foi rastreado pela polícia.

Quando iam reclamar no Incra, os assentados sempre recebiam a mesma resposta. “Não veio o dinheiro, não tem. Aí fica naquele empurra. Enquanto fica nesse empurra, os grileiros e o madeireiro invadem e aí as lideranças ficam na risca de sofrer atentados, de ser humilhado, de não poder falar nada, porque, se falar, os caras punem com a mão de ferro”, diz o líder comunitário Paulinho.

Há dois anos, Paulo sofreu o primeiro atentado. Ele fotografou os buracos de bala na parede da casa.

Paulo: Em 2015, aconteceu outro atentado.

Fantástico: E como é que foi dessa vez?

Paulo: Dessa vez, eles me rodaram só que eu estava armado e fiz um disparo contra eles.

Paulo feriu um pistoleiro e conseguiu fugir. Hoje, vive escondido, protegido pela polícia. “Não é fácil lá dentro, porque, aonde tem madeira, gera ambição, porque gera dinheiro. Eles querem comprar o meu pedaço de terra lá. Não vendo. Não vendo. Eu quero voltar pra lá. E vou voltar. É lá que eu sei criar a minha família”, afirma.

“Estado acaba incentivando, ainda que pelo desvio de um dos seus servidores, que as pessoas sejam mais exploradas ainda. É negar uma política pública e mais do que negar é usar essa política pública como uma forma de exploração, exploração da pessoa e destruição do meio ambiente. Enfim, é a antítese do estado. É exatamente aquilo que o estado não pode fazer”, diz o diretor do Ministério Público Federal no Pará, Ubiratan Cazzetta.

Outro assentamento. A história se repete. Iranildo e o pai, seu Alfredo, vivem em uma vila de assentados no município de Óbidos. Lá, tudo é precário. Nem licença para plantar eles têm.

Abandonados pelo poder público, muitos assentados venderam suas terras aos fazendeiros. Em uma delas, o Incra, através de Bacelar, entregou 10 mil hectares ao homem que se apresenta como o maior produtor de açaí do mundo. Parte da plantação está dentro da terra dos assentados.

Eloy Vaccaro foi preso em casa, em Florianópolis, e levado para o presídio. O advogado dele chamou a prisão de equívoco e disse que Vaccaro é um empresário respeitado, já tendo sido homenageado por autoridades no Acre e no Pará. No assentamento, Vaccaro teve até um plano de manejo aprovado.

A derrubada é um drama para quem vive do extrativismo. “Uma árvore de cumaru dá na faixa de 40 quilos...”, diz Iranildo da Silva Pereira. No mercado, isso dá R$ 600.

“Então, se ele cortar essa árvore hoje, é um dinheiro que não volta mais para nossa região. Desaparece e você, no ano que vem, você acabou o cumaru nem a safra tem mais numa região dessa’, diz Iranildo.

Os sem-terra correram para reocupar a área que já era deles.

Fantástico: O que você vai fazer com essa terra?

Donilson da Silva Pimentel (assentado): O projeto que eu tenho aqui é plantar coco. Pelo menos 200 pés de coco, 200 pés de açaí, 200 pés de banana, 200 pés de cumaru. Reflorestar, né. Trazer de volta aquilo que eles levaram.

Por fazer essas denúncias, Iranildo e o pai, seu Alfredo, estão ameaçados de morte.

“Tinha 3 pistoleiros dentro do carro”, diz Iranildo

Fantástico: Isso também está sendo investigado?

Fabiana Schneider (procuradora da República): SimTudo que chegou até o Ministério Público Federal e também ao Ministério Público Estadual é objeto de investigação. Não está diretamente atrelada a essa operação que nós deflagramos agora.

“Querem comprar meu pedaço de terra lá. Não vendo. Eu quero voltar para lá, que é onde eu sei criar minha família,” diz Paulo.

Como Paulo, Iranildo acredita que denunciar as ameaças é uma forma de proteção. “Eu quero mostrar o meu rosto, porque, se um dia acontecer o que aconteceu com Chico Mendes, com Dorothy Stang, eu quero saber com quem eles fizeram. Para dizer: Iranildo morreu, mas foi por uma luta justa, a causa ele defendeu. A gente vê lá as pessoas que vem nos representar e vai representar madeireiro. Essa é a nossa luta”, afirma.

domingo, 30 de agosto de 2015

LOJISTAS DO SHOPPING RIO TAPAJÓS ESTÃO CHATEADOS COM A DIREÇÃO DO SHOPPING. "FIZERAM PROPAGANDA ENGANOSA QUANDO QUISERAM VENDER"

Shopping Rio Tapajós

O BLOG  conversou na última sexta-feira, com alguns lojistas do Shopping Rio Tapajós. Todos foram unânimes em falar, que estão chateados com o descaso da administração do Shopping com os lojistas. 

Primeiramente eles reclamam que quando foram adquirir lojas, foram feitos promessas de que até Março deste ano abriria o cinema e o parque para as crianças, para atrair o público, até agora nenhum foi cumprido. Quando indagado pelos lojistas, a administração coloca culpa em todo mundo, CELPA, BOMBEIROS e INTERNET. 

Os lojistas acreditam que com a abertura do cinema, o público seja atraído, e com isso as lojas comecem a vender e sair do vermelho que amargam desde a inauguração. 

Um dos lojistas que conversei, me disse que quando adquiriu a loja, o corretor responsável pela venda não falou da realidade do que é um shopping, e fez muita propaganda enganosa. Hoje já estou com um prejuízo de quase 400 mil reais. Falou o lojista

Todos os lojistas com quem conversei, também falaram a mesma língua, disseram que a atual administração comandada pela FRANERE, responsabilidade do senhor Marcos Trancoso, não mantém uma relação nada amigável com os lojistas. 

Manter uma loja no Shopping Rio Tapajós não é nada barato, estima-se que a loja mais barata gasta em torno de 8 mil reais por mês com aluguel, fundo de promoção e condomínio. 

Espera-se, que no próximo final de semana, seja finalmente inaugurado o cinema. É a única esperança dos lojistas para atrair o público.

JK

SOB O COMANDO DO DELEGADO ARTHUR NOBRE. OPERAÇÃO PRENDE DOIS BANDIDOS QUE ESTAVAM DISTRIBUINDO NOTA FALSA DE 20 REAIS NA CIDADE DE JURUTI

Delegado e policiais da PM que prenderam os 
dois bandidos com notas falsas

Em uma operação conjunta realizada na manhã deste domingo na cidade de Juruti, a Polícia Civil e a Polícia Militar, interceptou o barco F/B São Bartolomeu e prendeu em flagrante dois envolvidos que estariam repassando notas falsas na cidade de Juruti/PA. Erenilson Pereira e Fábricio silva, estavam com dezesseis notas de 20 reais falsificadas. Segundo o depoimento de um dos acusados, existe uma terceira pessoa envolvida e que estaria com mais notas falsificadas pela cidade de Juruti. Os comerciantes devem ficar atentos e sempre verificar a procedência da do dinheiro.

JK com  informações do delegado Arthur Nobre de Juruti

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

BLOGUEIRO INGRISILHENTO DIZ QUE IDEIA DO SECRETÁRIO DE TURISMO EM LIBERAR DINHEIRO PROS BARRAQUEIROS DE ALTER DO CHÃO É DE GIRICO. "NÃO VAI MELHORAR NADA, VAI FICAR TUDO MAIS CARO"

Blogueiro chama de girico, a ideia do 
secretário de Turismo Valdir Matias

Não estou dando pissica: mas dar dinheiro para caboclo de Alter do chão em véspera do Sairé é ideia de girico

ALTER DO CHÃO - NÃO VAI MELHORARA NADA, VAI FICAR TUDO MAIS CARO.

O Banco da Amazônia vai liberar R$ 20 mil para cada um dos 23 barraqueiros de Alter do Chão e mais 13 maquininhas de cartão de crédito – O incentivo é para melhorar tudo por lá, até o Sairé que já é agora de 17 a 21 de setembro - Não quero dar pissica, mas vou fazer uma previsão: os caboclos vão apenhorar as barracas no Basa para pegar esses plecos, vão receber as máquinas de cartão e repassar o custo, que não é baixo, para as comidas que já são caras – resumindo, tudo vai ficar mais caro e nada vai melhorar - Isso é ideia de girico viu Valdir Mathias.

JK

COM AJUDA DA POLÍCIA CIVIL DE SANTARÉM, POLÍCIA AMAZONENSE PRENDE EM MANAUS QUADRILHA DE BANDIDOS PERIGOSOS ACUSADOS DE ASSALTAR CASAS NA PRAIA DO CANAPANARI EM SANTARÉM. FIM DE LINHA PARA: AGEU, DERIC, LOTA E LOTINHA

Bandidos vagabundos foragidos de Santarém 
são presos em Manaus

Em uma Operação realizada na tarde desta quinta-feira (27), policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos e Defraudações (DRFD) do Amazonas, prenderam 8 elementos acusados de um assalto ocorrido no Hotel Resort no município de Rio Preto da Eva-AM. Segundo os policiais foi determinante para as prisões dessa Quadrilha a troca de informações da Policia Civil de Santarém e do Amazonas. Dentre os presos 4 são foragidos de Santarém, são eles: Euciclei Viana de Jesus vulgo "Lota", Rafael Viana de Jesus vulgo "Lotinha", Alex Viana de Jesus vulgo "Argeu" e Emanuel Eric Bezerra de Morais vulgo" Deric"





Os presos foram conduzidos para DRFD e foram autuados por Associação Criminosa e Porte Ilegal de Arma de fogo, além de terem sido expedido Mandado de prisão contra os mesmo pela comarca de Rio Preto da Eva no Estado do Amazonas.

JK com informações do IPC Genaro

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

MORADORES COBRAM MELHORIAS DA EMPRESA EIXO FORTE QUE FAZ A LINHA DE ÔNIBUS PARA A VILA DE ALTER DO CHÃO

Empresa Eixo-forte

Os moradores de Alter do Chão, vila que fica a aproximadamente 40 km de Santarém, oeste do Pará, se reuniram na tarde de quarta-feira (26) com representantes da prefeitura para apresentar demandas e cobrar melhorias nos serviços de transporte coletivo para a vila.

Uma equipe multidisciplinar, formada por estudantes de ensino superior e servidores públicos, aplicou questionários aos moradores para diagnosticar os principais problemas relacionados aos serviços.

Segundo a moradora da comunidade São Pedro, Edna Oliveira, de 28 anos, que trabalha há 12 anos em Alter do Chão e depende de ônibus para se deslocar, as dificuldades são grandes. “Às vezes não passa no horário certo, a gente perde. Já fui prejudicada várias vezes no meu trabalho. Passa sete horas, mas às vezes passa às sete e meia. Estou preocupada com o movimento do Sairé, como vai ficar a situação, os turistas”, afirma.

Numa reunião realizada em julho, um representante da empresa que presta o serviço para a vila afirmou que havia quatro ônibus fazendo a linha e que essa quantidade não cobria os custos operacionais.

De acordo com o Conselho Comunitário, os serviços do transporte coletivo já são alvo de reclamação de moradores há muito tempo. “Este final de semana tivemos entraves no terminal rodoviário. Muita gente. A empresa que está hoje não supre a demanda de passageiros”, reclama o presidente da entidade, Carlos Santos.

Segundo o arquiteto urbanista da prefeitura, especialista em mobilidade urbana, Reginaldo Abreu, serão tomadas providências a partir do resultado da pesquisa feita com os moradores. “Fizemos um levantamento de onde o ônibus carrega mais pessoas, onde carrega menos, as paradas onde existem, o serviço prestado. Agora, vamos ouvir a comunidade. A rota é muito grande, são mais de oitenta quilômetros. Se você colocar a rota que faz na cidade até chegar aqui de novo. A comunidade tem que dizer se interessa isso. Não existe uma proposta. O que vamos fazer é uma consulta pública, onde ela vai dizer o que ela daqueles projetos que estão expostos, se atende, se há necessidade de alteração, se passa na frente do Cras, na frente da delegacia”.

Ainda de acordo com o arquiteto, caso a consulta pública aponte insatisfação, será mudado o trajeto do ônibus, com previsão para licitação da linha.

JK com informações do G1

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM LANÇARÁ EDITAL PARA CONCURSO PÚBLICO. SALÁRIOS VARIAM DE R$ 1 MIL A R$ 3 MIL REAIS

Câmara Municipal de Santarém

A Câmara Municipal de Santarém informou que deve lançar na próxima terça-feira, (01), o edital do concurso público do órgão. A procuradoria jurídica da Câmara de Vereadores destacou que devem ser abertas 60 vagas distribuídas em vários setores. A previsão é que os salários variem de R$ 1 mil a R$ 3 mil.
Segundo o procurador Jurídico da Câmara, Dr. Marlon Batista de Azevedo, o decreto legislativo tem força de lei, por isso os encaminhamentos foram imediatos e com transparência. “Nós publicamos convocação de licitação para escolha da empresa especializada em realização de seleções públicas, para realizar o certame”, afirmou o procurador.

De acordo com o procurador jurídico Marlon Azevedo, o edital do certame deve ser publicado com salários condizentes com os cargos. “A qualquer momento poderemos estar dando melhores esclarecimentos, de acordo com a evolução dos trabalhos para a realização do Concurso Público desta Casa de Leis”, concluiu.

Entre os entraves diz respeito aos cargos abertos no concurso público está o preenchimento de vagas de jornalistas. O procurador Marlon explica que devido a uma comissão de bacharéis em comunicação social ter procurado a Casa de Leis para exigir que somente profissionais diplomados participem do certame para o cargo de jornalista e assessoria de imprensa, a decisão ainda não será tomada.

Ele acrescenta que por conta do Supremo Tribunal Federal (STF) ter arquivado a exigência de diploma para que um profissional exerça o cargo de jornalista, a decisão final da obrigatoriedade do diploma para os cargos na Câmara de Santarém deve ser decidida pela mesa diretora da Casa de Leis.

LIMINAR DO MPE: Em fevereiro de 2014, o Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou ação civil pública contra a Câmara Municipal, solicitando liminar que proibisse a contratação de novos servidores até a realização de concurso público para preenchimento do quadro de servidores efetivos, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. A ação foi ajuizada pela titular da 9ª Promotoria de Justiça de Direitos Constitucionais e Probidade Administrativa, promotora de Justiça Maria Raimunda Tavares.

Em dezembro de 2014, a justiça, por meio da juíza Karise Assad, oficializou decisão a favor da ação movida pelo MPE e proibiu a contratação dos servidores não concursados. No inicio deste ano, a Câmara anunciou a realização de concurso público para a contratação de novos servidores.

JK com informações do RG 15/O Impacto

AGORA É OFICIAL. COMUNICADOR GUTO CARDOSO É PRESIDENTE DO PTN (PARTIDO TRABALHISTA NACIONAL) NA CIDADE DE BELTERRA

Comunicador Guto Cardoso

Saiu oficialmente hoje, a Comissão provisoria do PTN (Partido Trabalhista Nacional) da cidade de Belterra, o presidente é o renomado comunicador Guto Cardoso, o mesmo foi convidado pelo Presidente do Partido no Pará, Fábio Simão, a documentação já estava tramitando há 15 dias na Justiça Eleitoral, e hoje saiu oficialmente. 

(CLICK NA IMAGEM PARA AMPLIAR)
Declaração da Justiça Eleitoral

O próximo passo agora é solicitar da Justriça Eleitoral a senha do filia WEB, para as novas filiações. 

Guto Cardoso vem mantendo contato com algumas lideranças do Município e já tem conversado, com pelo ao menos 10 candidatos a vereadores que estarão no PTN, inclusive alguns de outros partidos que estarão se filiando e indo para o PTN belterrense. 

O comunicador Guto Cardoso é jovem, e tem um carisma muito grande, não será candidato a nenhum cargo, porem vai organizar o partido e tentar fazer dele uma terceira via, uma coisa é certa, "o PTN terá candidato a prefeito naquele Município". Garantiu Guto Cardoso. 

Parabéns ao comunicador nesta nova jornada.

JK

CENTRO CULTURAL JOÃO FONA REABRE SUAS PORTAS AMANHÃ AOS SANTARENOS

Museu João Fona será reaberto amanhã ao público

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SEMC), convida a todos para a solenidade de reabertura do Centro Cultural João Fona.

Data: 28/08/2015
Horário: 19h
Endereço: Rua Adriano Pimentel, S/N - bairro Centro

PRA LEVANTAR AS VENDAS E CHAMAR O PÚBLICO, SHOPPING RIO TAPAJÓS LANÇA A CAMPANHA "EU VOU PRA DISNEY" QUEM COMPRAR ACIMA DE 150 REAIS EM QUALQUER LOJA PARTICIPA DO SORTEIO

Shopping Rio Tapajós

Simplesmente demais! Quem nunca sonhou um dia em conhecer a Disney?  Que tal ter seu sonho realizado ainda este ano?

No próximo dia 01/09 o Rio Tapajós Shopping lança a Campanha: "EU VOU PRA DISNEY". Suas compras podem virar uma viagem à Disney com acompanhante e tudo pago. 

A campanha será lançada pela gerente de Marketing Marlen Castro Tapajós no primeiro dia do mês de Setembro e vai até o dia 12 de outubro de 2015. 

Participar é fácil, a cada R$ 150,00 em compras em qualquer uma das lojas do shopping, você acumula cupons e concorre a um passagem pra Disney. Confira regulamento e faça o check-in no seu sonho.

Marlisson de Castro

PREFEITURA COMEÇA OS SERVIÇOS DE TERRAPLENAGEM NA AVENIDA ANYSIO CHAVES‏

Maquinas da prefeitura a todo vapor

A Avenida Anysio Chaves começou a receber nesta quarta-feira (26/08), serviço de terraplenagem. A via está sendo preparada para receber pavimentação asfáltica em pista dupla, totalizando 5.400 metros. O trecho que receberá pavimentação compreende a Avenida Afonso Pena até a Rua Quixadá, no bairro da Esperança.

A pavimentação da Avenida Anysio Chaves é fruto de contrato de financiamento firmado por meio de convênio entre a Prefeitura de Santarém e a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 22 milhões, para pavimentação de diversas vias da cidade. Além do asfalto, a Anysio Chaves receberá drenagem, calçamento, meio-fio e iluminação pública.

CCOM/PMS

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

PREFEITO VANDO DE VITÓRIA DO XINGU BRINCA COM O DINHEIRO DO POVO. MINISTÉRIO PÚBLICO EMITE RECOMENDAÇÃO SOBRE LICITAÇÃO DUVIDOSA E SINISTRA DO MUNICÍPIO COM A (CFZ). VALOR TOTAL DE QUASE 6 MILHÕES DE REAIS

Prefeito Vando abusando do dinheiro público

O Ministério Público do Pará (MPPA) emitiu Recomendação à prefeitura de Vitória do Xingu, relacionada ao procedimento de inexigibilidade de licitação nº06/2015 realizado pelo município na contratação da empresa CFZ de Vitória do Xingu Atividades Esportivas Ltda (EPP). O documento foi encaminhado no dia 24 de agosto pela promotoria.

O procedimento visava, além da implantação do Projeto Escola Zico 10 e pagamento mensal de 60 funcionários, a realização do I Congresso de Educação e Copa Zico 10. A recomendação tem caráter premonitório, no sentido de advertir que o prefeito local "se abstenha de efetuar gasto de dinheiro público quando verificar irregularidade em procedimento de inexigibilidade de licitação".

A autoria é da 5ª promotoria de Direitos Constitucionais Fundamentais, Ações Constitucionais, Defesa da Probidade Administrativa e Fazenda Pública de Altamira, por seu titular Gustavo Rodolfo Ramos de Andrade. Consta de inquérito civil público que tramita no MP de Altamira (nº011/2015-MP/5ªPJ/ATM) que a inexigibilidade de licitação gerou contratos no valor total de R$5.740.000,00 pactuados entre a prefeitura e a empresa CFZ de Vitória do Xingu Ltda (EPP).

O valor total foi dividido em três contratos: o de número 20150254, de R$ 2,4 milhões; o contrato 20150255, no mesmo valor; e o de nº 20150252, no valor de R$ 940 mil, datados de 23 de junho de 2015. O primeiro contrato tem a dotação orçamentária vinculada à secretaria de Educação de Vitória do Xingu; o segundo e terceiro possuem a dotação orçamentária vinculada à secretaria de Cultura, Desporto e Lazer.

Congresso

De acordo com a divulgação do evento, a I Copa e o I Congresso de Educação e Esporte Zico 10 serão realizados de 25 a 29 de agosto, reunindo palestrantes da área esportiva e de educação conhecidos nacionalmente, além de shows com artistas nacionais. (confira os nomes na íntegra da recomendação, no link ao final da matéria).

A promotoria, ao escutar sócios-proprietários da empresa, foi informada que "em nenhum outro município do Brasil as empresas CFZ RJ, CFZ Brasília e CFZ Vitória do Xingu realizou Congresso de Educação e Esporte com a presença de diversos palestrantes; que tal objeto para realização de tal congresso ocorrerá pela primeira vez através dos contratos 20150255 e 20150254 firmados com a prefeitura de Vitória do Xingu".

E ainda que a empresa CFZ Vitória do Xingu realizou todos os contratos com os palestrantes do “I Congresso de Educação e Esporte Zico 10” em decorrência de valores previstos nos contratos mencionados. Quanto aos diversos shows musicais previstos, a informação prestada à promotoria é que a empresa CFZ está pagando as passagens aéreas e hospedagens, sem qualquer dinheiro público relacionado aos três contratos, e que todos os shows, além da copa e congresso, são gratuitos.

Requisitos para inexibilidade

Na recomendação, o MP considera que o art. 25, II, da lei 8666/93, prevê a presença simultânea de três requisitos para admissão da inexigibilidade de licitação na contratação de serviços, principalmente em relação ao "I Congresso de Educação e Esporte Zico 10": serviço técnico especializado, natureza singular do serviço e notória especialização do contratado.

O promotor de justiça Gustavo Andrade registra que "a administração precisa deixar comprovada a natureza singular dos serviços e a notória especialização do contratado em relação ao objeto "realização do I Congresso de Educação e Esporte Zico 10", pois a não indicação pela administração daquilo que torna a organização do curso escolhido diferente dos demais existentes no mercado inviabiliza a contratação direta e remete o gestor ao procedimento de licitação".

Além disso, para a contratação de diversos profissionais do setor artístico, que realizarão shows gratuitos na cidade, a recomendação registrou que o art.25, III, da lei 8666/93 delimita requisitos: inviabilidade de competição, contratação direta ou através de empresário exclusivo, e consagração do profissional pela crítica especializada.

O MP recomenda ao prefeito que observe as orientações previstas em lei com relação à inexigibilidade de licitação, e esclarece os cuidados e os documentos necessários nesses casos para que o administrador não incorra em atos de improbidade administrativa, além de ilícito penal, como o previsto no art.89 da lei 8666/93: é crime "dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou inexigibilidade", e parágrafo único do mesmo artigo "na mesma pena incorre aquele que, tendo comprovadamente concorrido para a consumação da ilegalidade, beneficiou-se da dispensa ou inexigibilidade ilegal para celebrar contrato com Poder Público".

Prevenção

O MP recomenda, em caráter premonitório, que o gestor se abstenha de gastar dinheiro público quando verificar irregularidade em procedimento de inexigibilidade de licitação e procure agir com prudência e razoabilidade, de modo a evitar o desperdício de recursos e que priorize o atendimento das necessidades básicas da população do município. A recomendação enumera as sanções previstas em atos de improbidade administrativa, ficando os responsáveis sujeitos ao
ajuizamento de ação civil pública pelo MP, caso comprovadas as irregularidades.

Por fim, ressalta que a recomendação não se aplica ao uso de verbas federais recebidas do Ministério da Cultura ou do Turismo, quando sua destinação for especificamente vinculada à realização de festas ou eventos culturais em Vitória do Xingu, desde que a origem dos recursos seja comprovada, com o encaminhamento das informações à 5ª Promotoriade Direitos Constitucionais de Altamira/PA.

O MP fixou prazo de dez dias para que sejam prestadas informações à promotoria, mediante ofício e documentos, sobre o cumprimento, ou não, da recomendação, cuja cópia foi encaminhada ao prefeito, à Câmara Municipal de Vitória do Xingu/PA, além da Procuradoria Geral de Justiça, Corregedoria Geral do Ministério Público e Núcleo de Improbidade Administrativa.

Veja AQUI, a íntegra da Recomendação

Texto: Lila Bemerguy, de Santarém

PRESO EM GOIAIS ASSASSINO QUE MATOU ADVOGADA, FILHA E SECRETÁRIA EM FEVEREIRO DE 2014 NA CIDADE DE ITAITUBA

"Smurf" preso na cidade de 
Estrela do Norte estado de Goiás

O repórter Elias Junior, acabou de confirmar com o delegado Jardel Guimarães, que o assassino de ter cometido o triplo assassinato na cidade de Itaituba em Fevereiro de 2014, que vitimou a advogada e procuradora do município de Itaituba, Leda Marta Lucyk dos Santos, sua filha Hanna de 10 anos e a funcionária da Loja Belíssima, Taina Siqueira, foi preso na cidade de Estrela do Norte no estado de Goiais.

"Smurf" foi preso na cidade de Estrela do Norte no estado de Goiás, acusado de ter matado um ancião de 80 anos de idade. Ele estava usando nome falso, e foi preso com o nome de Adenilson Ferreira de Sousa. Desde a noite de ontem terça-feira (25), o delegado Jardel Guimarães está no caso em contato direto com a policia Civil do estado de Goiás. Jardel confirmou também, que já esta providenciando o recambiamento do acusado para o estado do Pará.

JK com informações do repórter Elias Junior

PREFEITA HONESTA DE ITAITUBA TEM CPI DERRUBADA PELA JUSTIÇA. VEREADORES DA OPOSIÇÃO ESTÃO COM RAIVA POR NÃO CONSEGUIREM UMA (BEROTINHA) NO GOVERNO DELA

Prefeita Eliene Nunes

A Justiça de Itaituba derrubou a Resolução nº 005/2015, de 29 de abril de 2015, que criou a CPI por parte dos vereadores da oposição chateados com a melhor prefeita da região oeste. 

Vereadores estes que queriam pegar uma (berotinha) do governo Eliene Nunes e ela não deu.

Em sua decisão, o juiz Dr. Claytoney Passos Ferreira, anulou a Resolução e, por conseguinte, todos os atos decorrentes dessa Resolução, são nulos.

Veja abaixo a liminar dada pelo juiz:

(CLICK NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

JK

UES EMITE NOTA CONTRA DIRETORA DITADORA DA UNIP EM SANTARÉM. ALUNOS FIZERAM PROTESTO NA NOITE DE ONTEM

UNIP Santarém

A Direção da União dos Estudantes de Ensino Superior de Santarém (UES) vem a público REPUDIAR a atitude da Coordenação da Universidade Paulista (UNIP), Polo de Santarém, de impor aos estudantes concluintes uma taxa de R$ 300,00 como requisito à participação dos mesmos na cerimônia de outorga de grau este ano. A cerimônia está marcada para o dia 17/09/2015, e só poderão participar dela os acadêmicos que pagarem a referida taxa “simbólica” para a UNIP e a empresa Mais Formatura, que está organizando o evento. 

Há cerca de um ano, estudantes de vários cursos da instituição – com destaque para os acadêmicos de Administração/Turma 2011.2 – vêm tentando dialogar com a Coordenação para que reveja a cobrança da referida taxa, que é absurda e ilegal. Mas a Coordenadora da UNIP se mantém irredutível em violar os direitos estudantis e se recusa a negociar com os representantes das turmas. Situação essa que é inadmissível, pois receber o diploma com toda a solenidade faz parte do cronograma acadêmico de qualquer espaço educacional de ensino superior.

A UES repudia esse comportamento autoritário da atual gestão da UNIP, que age de maneira impositiva e restringe as portas da direção para o corpo discente da instituição. Fica bem claro que a instituição está visando apenas o lucro quando cobra uma taxa abusivamente elevada para realizar um evento que é responsabilidade somente da própria faculdade. Os custos da solenidade de outorga de grau já são cobertos com as mensalidades pagas por cada estudante. A cobrança de qualquer taxa para isto é ilegal.

Temos acompanhado a negligência da instituição de ensino UNIP com a qualidade da educação, que é tratada como mera mercadoria, quando em diferentes contextos não leva em consideração a qualidade dos conteúdos repassados – é recorrente o deslocamento de professores das suas áreas de atuação para outras, visando “economizar” recursos com corpo docente; há inúmeros transtornos com a infraestrutura, como se percebe na superlotação em salas de aula da maioria dos cursos, além da ausência de espaços de atividades lúdicas.

NÃO vamos aceitar a mercantilização da educação, nem o desrespeito aos direitos estudantis. A UNIP precisa respeitar os estudantes que confiaram nela seu investimento financeiro para galgar novas possibilidades com o ensino superior, e deve agora ouvir seus acadêmicos e democraticamente buscar soluções imediatas para resolver o problema posto em relação à cerimônia de outorga de grau.

UNIÃO DOS ESTUDANTES DE ENSINO SUPERIOR DE SANTARÉM (UES)

SÓ VAI FALTAR BAIXAR OS PREÇOS. DONOS DE BARRACAS DE ALTER DO CHÃO TERÃO ACESSO A CRÉDITO E A MÁQUINAS DE CARTÕES QUE FACILITARÃO AS VENDAS NA PRAIA‏

Barracas vão aceitar cartão de crédito

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Turismo (Semdetur), e o Banco da Amazônia confirmaram para o próximo dia 09/09, a liberação de crédito e máquinas de cartões de crédito e débito para donos de barracas das praias de Alter do Chão.

A iniciativa do Poder Público encontrou importante apoio junto ao Bancopara potencializar a atividade dos empreendedores das praias do Cajueiro e Ilha do Amor, que durante muito tempo esperavam pela possibilidade de vender seus produtos da maneira mais usada hoje em dia: por meio do cartão de crédito ou débito. A parceria se concretizou graças ao empenho da Divisão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável, vinculada à Semdetur, e do próprio Banco, que reuniram com os donos de barracas e apresentaram as propostas de linhas de créditos por meio do programa “Amazônia Florescer” e também da máquina de cartão.

O secretário municipal de Desenvolvimento e Turismo, Valdir Matias Jr., participou de uma reunião com o superintendente do Banco da Amazônia, Carlos Henrique Garcia, para definirem a data da entrega das máquinas e da liberação dos créditos aos empreendedores, que ocorrerá no dia 09/09, no Hotel Borari, às 18 horas. O Banco da Amazônia vai doar aos donos de barracas de Alter do Chão, camisetas, bonés e guarda-sóis que serão utilizados pelos comerciantes já durante o período do Çairé.

No total, serão liberados pouco mais de R$ 20 mil para 23 empreendedores, sendo nove empreendedores. Os demais contemplados serão doceiros e artesãos. Além disso, serão entregues 13 máquinas de cartão para os comerciantes das praias.

O secretário Valdir Matias Jr., explicou que a parceria traz importante apoio aos donos de barracas, que agora venderão seus produtos por cartão de crédito ou débito. “É uma forma bastante usada hoje em dia e lá eles deixavam de ganhar dinheiro porque ainda não possuíam esse sistema de venda, que é mais seguro e mais usado hoje em dia. O turista não vai à praia levando dinheiro, mas anda sempre com cartão de crédito”, disse o titular da Semdetur.

CCOM/PMS

terça-feira, 25 de agosto de 2015

OPERAÇÃO VERÃO DA PREFEITURA COMEÇA OS SERVIÇOS NA GRANDE ÁREA DA NOVA REPÚBLICA‏

Operação verão chaga no bairro da Nova República

Nesta terça-feira (25), os serviços da Operação Verão estão sendo realizados no bairro da Nova República. A Avenida Tancredo Neves e as Ruas 19, 20, 21, 22, 23 e 24 estão recebendo trabalhos de limpeza e terraplenagem.

Nas Ruas B e E, também na Nova República, foi concluído o trabalho de terraplenagem, facilitando o tráfego de veículos e a mobilidade de pedestres.

A Operação Verão está sendo realizada nos bairros de Santarém e atua na recuperação do sistema viário, principalmente nas ruas que servem para o transporte coletivo urbano. Ela iniciou no início do mês de junho e finaliza em dezembro. 

CCOM/PMS

EMPRESÁRIO PAULO BARRUDADA FOI HOMENAGEADO HOJE NA CÂMARA MUNICIPAL, PELA OAB-SANTARÉM

Barrudada recebendo a homenagem das mãos do 
vereador Ronan Liberal Junior

O empresário Paulo Barrudada, foi homenageado hoje na Câmara Municipal, pela OAB-Santarém. Reconhecimento pelo apoio a Ordem e pelos trabalhos prestados a sociedade santarena. Vale ressaltar que o empresário resgatou nos últimos anos, um dos cartões postais da cidade, que é o Barrudada Tropical Hotel (antigo Tropical Hotel). Foi merecido a homenagem.

JK

EM ENTREVISTA AO BLOG, OSMANDO FIGUEIREDO DIZ QUE PRIANTE NÃO INDICOU LUIZ BACELAR PARA O INCRA, E VAI PROVAR QUE SEU CLIENTE É INOCENTE. "PRIMEIRO ATO É O PEDIDO DE EXONERAÇÃO DO MEU CLIENTE DO CARGO"

Advogado Osmando Figueiredo

O competente advogado Osmando Figueiredo, falou ao blog na manhã de hoje, que o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Santarém, Luiz Bacelar Guerreiro Júnior, preso durante a operação “Madeira Limpa”, vai pedir a exoneração do cargo.

Osmando é advogado de defesa, e disse que o pedido de demissão será feito para que ele possa fazer sua defesa com maior liberdade. Sem ter nenhuma interferência no processo. 

Sobre as acusações contra o seu cliente, Osmando afirmou que Bacelar é inocente e que vai provar que as informações são improcedentes. “Muitas vezes o nome do meu cliente, pode ter sido usado indevidamente por terceiros, mas ele nunca praticou nenhum tipo de acusação, nunca intermediou nenhum favorecimento para empresários. 

A acusação de que ele participa de uma organização criminosa e que recebeu dinheiro ou vantagem, para enquadrá-lo como corrupção passiva, iremos comprovar que é improcedente. Trata-se de indícios da Polícia Federal, mas esse indício quando vai para o processo, nós da defesa, entendemos e iremos demonstrar que não existe nenhum delito por parte do doutor Bacelar”.

Para finalizar, Osmando disse que Luiz Bacelar, não foi indicado pelo deputado José Priante, como vinculou alguns membros da imprensa, assumiu o cargo pelo currículo e pela competência. 

Luiz Bacelar permanece preso no Centro de Recuperação Silvio Hall de Moura. De acordo com Osmando, o próximo passo é entrar com um pedido de liberdade na Comarca de Santarém. Caso não obtenha êxito, a defesa disse que vai recorrer ao Tribunal Regional Federal (TRF).

JK

A IMAGEM QUE RODOU O MUNDO. GATO ESCALA GRADE PARA FUGIR DE ABATE EM MATADOURO NA CHINA

Animal escala grades do matadouro enquanto ao fundo os demais acompanham e esperam a hora de morrer, o que não aconteceu dessa vez

Para ter mais uma chance de continuar vivo, um gato branco teve de se virar como pode para fugir do seu carrasco na China.

O caso foi registrado durante o "Dog and Cat Meat Yulin Festival", um festival chinês que abate gatos e cachorros para virarem alimento.

As informações são do site DailyMail e segundo a publicação, a fotografia chamou a atenção da entidade americana "Human Society International", que promoveu ações para salvar o Haru, como é chamado o animal, além de todos os bichos que estavam com ele.

Após o ato de bravuva do animal, gatos e cães foram encaminhados para o "Washington Animal Escue League", abrigo americano que cuida dos animais antes de encaminhá-los para a adoção.

Ainda segundo o DailyMail, o festival chinês mata, por ano, aproximadamente dez mil animais e por isso é alvo de discussão nas redes sociais. Usuários do Twitter condenam a prática e pedem o fim do abate.

Fonte: DOL