quarta-feira, 26 de outubro de 2016

VEREADOR HENDERSON PINTO SOBE NA TRIBUNA NA MANHÃ DE HOJE E DESABAFA: "ME SENTI EXTREMAMENTE CONSTRANGIDO POR NÃO TER CONSEGUIDO EXERCER O DIREITO DE FALAR NA TRIBUNA NA SEGUNDA-FEIRA (24), PORQUE, INFELIZMENTE MEIA DÚZIA DOS QUE ESTAVAM NO PLENÁRIO NA OCASIÃO DO ATO CONTRA A PEC 241 NÃO ESTAVAM EM HARMONIA COM O MANIFESTO IMPORTANTE PARA O PROCESSO DEMOCRÁTICO"

Vereador Henderson Pinto

“Eu me senti extremamente constrangido e contrariado por não ter conseguido exercer o direito de falar na tribuna na segunda-feira, 24/10, porque, infelizmente, meia dúzia dos que estavam aqui no plenário da Câmara na ocasião do ato contra a PEC 241 não estava em harmonia com o manifesto importante para o processo democrático”. Assim iniciou o discurso na sessão desta quarta-feira, 26/10, o vereador Henderson Pinto (DEM), que ao mesmo tempo estendeu os parabéns aos organizadores pelo movimento.

Henderson defendeu a democracia, que de acordo com o parlamentar, deve prevalecer. “Vivemos em um estado laico, em um estado democrático de direito, em que cada um tem o seu direito de liberdade de expressão, e que temos o dever de respeitar a opinião de cada um. Nem sempre os movimentos vão contar com o apoio unânime dos vereadores”, enfatiza.

A respeito da Proposta de Emenda à Constituição 241, o vereador afirmou que a medida deveria ser mais bem elaborada para poder atender essa demanda [déficit nas contas públicas] no nosso país. “Esperamos que as autoridades em Brasília tenham maturidade para saber conduzir todo o procedimento para que o Brasil possa sofrer os efeitos positivos e não negativos”, analisa.

A PEC 241, que estabelece limite de gastos públicos, foi aprovada em segundo turno na Câmara Federal por 349 votos, na última terça-feira, 25/10. A proposta segue agora para o Senado.

ASCOM da CMS

Um comentário:

  1. Nenhum comentário, porque senssuraram o meu. Porque será?

    ResponderExcluir