quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

CAMINHONEIROS ESTÃO PRESOS EM ATOLEIROS NA RODOVIA SANTARÉM/CUIABÁ (BR-163)

Caminhoneiros estão há vários dias parados na estrada
Foi por meio das redes sociais que centenas de caminhoneiros decidiram buscar socorro para o drama que eles têm vivido nestes últimos dias. Muitos deles estão presos em atoleiros ao longo da rodovia Santarém/Cuiabá (BR-163), há mais de uma semana. As filas quilométricas acentuam a precariedade da estrada nesta época em que trafegar pela rodovia é um risco para esses profissionais que são responsáveis pelo transporte de muitos produtos, inclusive alimentos, para várias regiões fora do eixo sul e sudeste do país. 

Eles compartilham fotos e vídeos em grupos de amigos no Whatsapp e também no Facebook. Com os compartilhamentos, os caminheiros esperam que as mensagens com pedidos de socorro cheguem até o Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit), responsável pelas estradas federais e também o Exército, que no caso do trecho da BR-163 localizado na Amazônia, faz a manutenção da estrada e ajuda no socorro aos motoristas atolados no lamaçal. 

A principal preocupação dos caminhoneiros é com o suprimento de água e comida que está acabando. O trecho mais crítico e que concentra o maior número de veículos fica entre as comunidades de Santa Júlia e o distrito de Moraes Almeida, no Pará. A fila de caminhões não anda. “Estamos presos aqui, ilhados e distantes de tudo. Pedimos ao governo federal, ao Exército Brasileiro, que venha até aqui melhorar os pontos mais críticos da estrada para que possamos seguir viagem. Muitos companheiros estão transportando produtos perecíveis. Imagine o prejuízo que estamos tendo todos esses dias parados”, desabafou o motorista Francisco Mendonça. 

Dnit e Exército ainda não se pronunciaram sobre essa situação.

JK 

AUMENTA O FLUXO DE PASSAGEIROS NO AEROPORTO DE SANTARÉM PARA O CARNAVAL

Movimento intenso no aeroporto de Santarém neste período de carnaval
Até o próximo dia 7, a Infraero espera receber mais de nove mil pessoas e aproximadamente 114 pousos e decolagens no aeroporto internacional Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, no oeste do Pará. Nos últimos dias, movimentação de visitantes tem sido intensa no terminal de embarque neste período de Carnaval deste ano. Os números representam alta de 6% em relação a folia de 2018, que ocorreu no período de 9 a 15/2. 

O superintendente do Aeroporto de Santarém, Enock Alves, explica que uma força tarefa foi montada para atender a demanda e garantir a fluidez nas operações de quem vai viajar de avião no carnaval. “Nós intensificamos as ações das equipes de limpeza, segurança e operações. Além disso, realizamos manutenções preventivas em equipamentos como esteiras de bagagens, elevadores e escadas rolantes, entre outros”, pontuou. 

Com capacidade para receber até 1,8 milhão de passageiros por ano, o terminal santareno, o terminal santareno opera diariamente uma média de nove voos nacionais das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Map. Os destinos são para as cidades de Belém (PA), Altamira (PA), Manaus (AM), Recife (PE), São Luís (MA), Fortaleza (CE) e Brasília (DF). 

Em janeiro, 49,5 mil viajantes utilizaram o Aeroporto de Santarém, o que representa um incremento de 17% no total de embarques e desembarques realizados na comparação ao mesmo período de 2018. O número coloca o terminal em 2º lugar no ranking dos aeroportos mais movimentados do Pará e o 6º da Região Norte. 

Nos demais aeroportos da Infraero com voos comerciais regulares, a estimativa também é de crescimento neste feriado de carnaval. Entre os dias 1º e 7/2, os 46 terminais da Rede devem receber 1,45 milhão de passageiros. A alta registrada é 1% superior à movimentação registrada em 2018, quando 1,43 milhão de viajantes foram transportados no período de 9 a 15/2. Já o fluxo de aeronaves deve ser de aproximadamente 12,14 mil pousos e decolagens. 

Guia do Passageiro 
Informações sobre viagens, direitos e responsabilidades do passageiro e da companhia área podem ser conferidas no Guia do Passageiro. O material também traz explicações sobre o funcionamento do setor aéreo e dicas, como peso e devolução de bagagem, transporte de animais e produtos de origem animal e vegetal trazidos do exterior. O guia pode ser lido clicando aqui.

JK Com informações da Infraero

VEREADOR PAULO GASOLINA SOBE NA TRIBUNA DO POVO E DENUNCIA QUE A PRAIA DO MARACANGALHA (TAMBÉM CONHECIDA COMO PRAIA DA SUDAM) VIROU LOCAL DE ESTALEIRO E MUITO LIXO. "A PRAIA QUE É REFERÊNCIA DE SANTARÉM, HOJE ESTÁ ENTREGUE ÀS BARATAS". DESABAFOU O VEREADOR.

Vereador Paulo Gasolina

O vereador Paulo Gasolina (DEM) relatou que esteve na praia da Maracangalha, próxima da antiga SUDAM, onde hoje está o Campus Tapajós da Universidade Federal do Oeste do Pará. Em tom de saudade, Paulo Gasolina remontou às expressões poéticas inspiradas no lugar, que teria sido, nas palavras dele, cantado em versos e prosas.

Mas a beleza natural de outra época estaria contrastando com a situação atual da praia. “Fico super triste com a situação”, lamenta.

Segundo o vereador, no local estariam construindo embarcações, formando estaleiros, e jogando lixos. “A praia que é referência de Santarém, hoje está entregue às baratas”.

Ele salientou que já conversou com um sargento da Capitania Fluvial de Santarém sobre o assunto e pediu apoio, assim como da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. “Aquilo não é área para se colocar barcos para construção”, adverte.

Sobre o lixo, o parlamentar ponderou que não seria culpa das pessoas que moram na área, mas de quem seria responsável pela coleta dos dejetos, que não estaria executando o serviço.





Ascom/Câmara de Santarém

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

INTEGRANTES DE QUADRILHA DE ASSALTANTES SÃO PRESOS EM SANTARÉM

Perigosos assaltantes foram tirados de circulação em mais uma ação da Polícia Civil em Santarém
A Polícia Civil está nas ruas atrás de criminosos suspeitos de integrarem uma articulada quadrilha de assaltantes que está praticando diversos assaltos em Santarém e região. Na madrugada desta quarta-feira (27), policiais civis prenderam dois elementos que se preparavam para deixar a cidade levando vários objetos roubados. Eles são suspeitos de praticarem assaltos a casas de veraneio na vila de Alter do Chão. Durante a prisão da dupla, a polícia recuperou um jet ski e um quadriciclo. Os veículos estavam sendo embarcados em um caminhão, na comunidade Jacamim, segundo informou o delegado Jamil Farias Casseb, superintendente regional da Polícia Civil no Baixo Amazonas, que participou da operação juntamente com os delegados Dmitri Teles e Germano do Vale, além do chefe de operações da PC, Hélio Rêgo.
A polícia suspeita que eles façam parte de uma quadrilha com ramificações no estado do Mato Grosso e que possivelmente também atuem com o tráfico de drogas. Um dos bandidos é natural do estado mato-grossense, enquanto que o comparsa dele estava sendo procurado por assaltos praticados em Santarém. Ele inclusive foi filmado em um desses crimes. Segundo a polícia, os veículos apreendidos nesta operação foram roubados de uma residência em Alter do Chão. Também foi apreendido um carro que era usado pela quadrilha. Parte dos integrantes do bando conseguiu fugir, mas a polícia continua as investigações no sentido de tentar localizar e prender esses assaltantes que estão aterrorizando a população em Santarém. 

Esta semana, o delegado José Humberto de Melo Junior, titular da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), esteve em Santarém e elogiou o trabalho da PC sob o comando do delegado Jamil Farias, sobretudo pelas respostas aos inúmeros crimes que têm ocorrido na região. Está aí, mais uma prova da eficácia e competência dos policiais civis de Santarém.

Policiais civis e militares prendem autor de homicídio em Rurópolis

Arma usada pelo suspeito no dia do crime
Policiais civis e militares prenderam em flagrante o maranhense Wanderley Costa Mendonça, 37 anos, indiciado por crime de homicídio, em Rurópolis, sudoeste paraense. Garimpeiro de profissão e sem residência fixa na região, ele foi apontado como autor da morte de um homem sem nome identificado até o momento, de cor negra, compleição magra e que trajava apenas short. O crime ocorreu no último dia 20, no interior de um galpão abandonado, situado na rodovia BR 230.

O acusado teria usado uma faca tipo peixeira no crime. Durante a prisão, a arma foi apreendida pelos policiais. Duas testemunhas foram ouvidas no mesmo dia em que o suspeito foi preso.

Durante o interrogatório, Wanderley negou a autoria do crime, porém, acompanhou os policiais civis e militares nas diligências e apontou onde estaria a faca utilizada no homicídio. O objeto foi apreendido e apresentado ao delegado Ariosnaldo Vital Filho para providências.

Segundo ele, a vítima seria um andarilho que era visto pelas ruas da cidade. O suspeito foi autuado em flagrante delito por crime de homicídio qualificado por motivo fútil e está preso à disposição da Justiça.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

CARNAVAL DO MELA-MELA NA VILA DE ALTER DO CHÃO VAI SALVAR MAIS UMA VEZ A DECADÊNCIA DO CARNAVAL SANTARENO. ANO PASSADO FOI UM SUCESSO. VEJA A PROGRAMAÇÃO OFICIAL DOS QUATRO DIAS DO CARNAVAL EM SANTARÉM

Carnaval Mela Mela em Alter do chão 
ano passado foi um sucesso

O Carnaval 2019 terá quatro dias de folia em Santarém. Nos dias 2, sábado, e 5, terça-feira, o palco da programação oficial será a Praça de Eventos, na Anísio Chaves. Nos dias 3, domingo, e 4, segunda-feira, o palco será a vila balneária de Alter do Chão. A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc) trabalha junto com a Liga Independe dos Blocos de Empolgação (Libes), Conselho Comunitário e Assessoria Distrital de Alter do Chão para oferecer um período carnavalesco de entretenimento à família santarena, diversão e muita tranquilidade. Além da Semc, outras Secretarias Municipais estarão dando apoio à organização, como Turismo (Semtur), Infraestrutura (Seminfra), Saúde (Semsa) e Trânsito (SMT).

"Novamente, o Governo Municipal apoia as atividades culturais. A exemplo dos anos anteriores, continuamos com a responsabilidade de oferecer um Carnaval seguro e alegre, no qual a população possa participar nos dois pontos de folia. Já solicitamos o apoio dos órgãos de segurança", destacou o secretário municipal de cultura Luís Alberto Figueira.

Nos dias 2 e 5, na Praça de Eventos, a Libes vai proporcionar ao público a apresentação de todos os seus blocos carnavalescos. As agremiações formarão dois 'blocões' que seguirão do lado da sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed) até o palco da Praça de Eventos.

"Com o apoio do governo municipal vamos realizar o Carnaval na área urbana. Os doze blocos oficiais da nossa entidade serão distribuídos em dois blocões, o 'Se Liga Ae' e o 'Bloco Tô Ligado'. No sábado (02), após a primeira apresentação no palco com o show da Kelly Mell & Banda, os blocos estarão no corredor da folia em passagem acompanhados das Bandas Ricardão Elétrico e Alexandre Dourado Elétrico. Ao concluírem a passagem pelo corredor da folia, o show retornará ao palco até o encerramento. No domingo (03), os blocos descerão juntos na companhia da banda de Manaus (AM) Forró Festança Elétrico, que ao chegarem ao palco permanecerão com o show até o encerramento do evento", detalhou o presidente da Libes Edney Vasconcelos.

Alter do Chão com opções para todos os gostos.

Carnalter terá a opção do 'Mela-mela' para quem gosta.Em Alter do Chão, o já tradicional Carnalter está sendo organizado pelo Conselho Comunitário e Assessoria Distrital de Alter do Chão com o carnaval 'Cara Limpa' na Praça 7 de Setembro e o 'Mela-Mela' na Praça do Çairé.

Confira a Programação do Carnaval 2019:

Santarém - Local: Avenida Anísio Chaves, bairro Aeroporto Velho - Praça de Eventos.

02/03- Sábado

19h - Início
20h às 21h30- Kelly Mell & Banda
21h30 às 01h - Bloco Se Liga Ae e Ricardão Elétrico
Bloco Tô Ligado e Alexandre Dourado Elétrico
01h às 02h - Kelly Mell & Banda

05/03- Terça-feira

19h - Início
20h às 21h30- Punk e Banda Cintura Fina Elétrica
21h30 às 02h - Blocos Se Liga Ae e Tô Ligado + Forró Festança Elétrico (Manaus-AM).

Vila de Alter do Chão - Carnalter

03/03 - Domingo:
18h às 01h - Praça 7 Setembro (Cara Limpa)
22h às 01h - Praça do Çairé (Mela-Mela)
Atrações: Banda Quinta Dimensão e Banda Tapajoara

04/03 - Segunda-feira:
18h às 01h - Praça 7 Setembro (Cara Limpa)
22h às 01h - Praça do Çairé (Mela-Mela)
Atrações: Banda Quinta Dimensão e Banda Tapajoara.

Ascom/PMS

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDE À JUSTIÇA QUE OBRIGUE A PREFEITURA DE SANTARÉM PRA REALIZAR CONCURSO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO. APÓS FISCALIZAÇÃO COM BASE NOS DADOS COLETADOS PELA CGU, DOIS TERÇOS DAS VAGAS ATUALMENTE, SÃO OCUPADAS POR SERVIDORES TEMPORÁRIOS. SÃO 1.928 SERVIDORES EFETIVOS E 4.157 TEMPORÁRIOS, QUE REPRESENTAM 68% DO TOTAL DE SERVIDORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO MUNICÍPIO. EM FUNÇÃO DA FALTA DE RESPOSTAS POR PARTE DA PREFEITURA, O MPF PEDIU À JUSTIÇA UMA DECISÃO URGENTE. O RELATÓRIO DA AUDITORIA REVELA NÃO HAVER FUNDAMENTO PARA A ELEVADA QUANTIDADE DE SERVIDORES TEMPORÁRIOS NO EXERCÍCIO DE 2017

Ação solicita que o órgão municipal apresente um cronograma com a previsão de vagas ofertadas e as possíveis datas para a realização do processo seletivo

O Ministério Público Federal entrou com ação, na última quinta-feira (21), contra a prefeitura de Santarém (PA), solicitando que o órgão apresente o cronograma para a realização de concurso público para contratação de profissionais da educação básica no município. Ajuizada na Justiça Federal, a ação civil pública teve como base os dados coletados pela Controladoria-Geral da União (CGU).

Após fiscalização, foi constatado que mais de dois terços do total de vagas no ensino básico da rede municipal são ocupados, atualmente, por servidores temporários. Destes, a maior parte é composta de servidores do magistério. São 1.938 efetivos e 4.157 temporários, que representam cerca de 68% do total de servidores da educação básica no município.

Urgência – Atrelada à ação, o MPF pede à Justiça uma decisão urgente, em função da falta de respostas da prefeitura. Diante disto, o MPF solicita que o órgão municipal apresente, em 30 dias, o cronograma com a previsão de vagas ofertadas e as possíveis datas para a realização do processo seletivo, com a garantia de que o certame seja aplicado ainda em 2019.

Sem fundamentos – De acordo com a Constituição Federal, a ocupação de cargo público é efetuada por meio de concurso público. A legislação prevê a contratação de servidores temporários apenas em situações excepcionais e de fato temporárias, sob pena de violação do princípio constitucional do concurso público.

Porém, o relatório da auditoria do caso revela não haver fundamento para a elevada quantidade de servidores temporários no exercício de 2017, sem justificativas que motivem essa situação. A auditoria também apontou para o fato de o servidor temporário não dispor de todas as garantias e vantagens obtidas pelos servidores efetivos, inclusive financeiras, e não ter acesso à estabilidade no serviço público.

Histórico – A prefeitura de Santarém vem se abstendo de realizar o certame público desde 2013. Em setembro de 2018, o MPF recomendou à prefeitura a apresentação de um cronograma com previsão de vagas e possíveis datas para a realização do concurso. O documento solicitava, também, que fosse garantida a destinação adequada das verbas federais para educação.

Foi dado à prefeitura um prazo de 15 dias para responder à recomendação, informando as medidas que fossem tomadas no caso. O órgão municipal pediu uma prorrogação da data, que foi concedida, mas não se manifestou sobre o acatamento, ou não, da recomendação. Ainda assim, um prazo adicional de cinco dias foi disponibilizado, mas, nenhuma resposta foi recebida.

Processo nº 1000784-59.2019.4.01.3902 – 1ª Vara da Justiça Federal em Santarém (PA)

Click AQUI e veja na íntegra a ação

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação

CRIANÇAS ENCONTRADAS DEBAIXO DE UMA ÁRVORE NO BOSQUE DA VERA PAZ EM SANTARÉM, SÃO LEVADAS PARA O CONSELHO TUTELAR. ELAS ESTAVAM NA COMPANHIA DO TIO DE 16 ANOS ENQUANTO OS PAIS TINHAM SAÍDO

Quatro meninos e uma menina foram deixados com um adolescente enquanto os pais saíram

Cinco crianças com idade entre 2 e 9 anos, foram encontradas ao relento, debaixo de uma árvore no Bosque Vera Paz, bairro Laguinho, em Santarém, oeste do Pará.

Os quatro meninos e uma menina, estavam em companhia de um adolescente de 16 anos, que disse ser tio das crianças. Os pais que são do Maranhão não estavam no local no momento em que a Polícia Militar foi acionada por populares. Após a chegada do pai, as crianças foram encaminhadas ao Conselho Tutelar I, localizado na Trav. Sete de Setembro, bairro Aparecida.

A menina de apenas 2 anos aparenta estar doente. O pai das crianças informou que ela estava com febre. À polícia, as crianças disseram que estavam com fome. Algumas estavam comendo taperebá que caía da árvore.

Ao G1, o pai das crianças, Edmilson da Silva, disse que elas estavam sob os cuidados do tio, um adolescente de 16 anos. Uma das crianças faz uso de medicamentos controlados. Até o momento que as crianças foram levadas à sede do Conselho Tutelar, a mãe não foi localizada.

Na chegada ao Conselho Tutelar I, para os encaminhamentos legais, considerando a situação de vulnerabilidade a que as crianças foram submetidas. O Conselho Tutelar informou que as crianças receberão os primeiros atendimentos, assim como as refeições e vão receber atendimento médico.

Posteriormente a mãe das crianças e mais dois adolescentes de 17 anos também foram localizados e encaminhados para a sede do Conselho Tutelar I.

Repercussão:

Após a divulgação do caso ao vivo no Jornal Tapajós 1ª edição, várias pessoas se solidarizam com a situação das crianças. A moradora Lidiane Nogueira disse que viu a situação das crianças e sentiu o desejo de ajudar.

A jovem foi até o local onde as crianças estavam, mas elas já haviam sido levadas para a sede do Conselho Tutelar I. Lidiane foi até o prédio que as crianças estavam e levou frutas, sucos e lanche. "Eu pensei na minha filha, fiquei muito emocionada com a situação das crianças", contou.

JK com infirmações do G1

APESAR DAS VÁRIAS RECLAMAÇÕES, HOSPITAL MUNICIPAL DE SANTARÉM É REFERÊNCIA PARA A REGIÃO OESTE DO PARÁ. DIARIAMENTE SÃO ATENDIDOS MAIS DE 250 PACIENTES DE SANTARÉM E REGIÃO QUE PROCURAM O HOSPITAL. VEJA OS DADOS FORNECIDOS PELA IPG, EMPRESA QUE GERÊNCIA O HOSPITAL

Os dados referentes ao período desde que a Unidade passou a ser gerida por uma OS demonstram consistência nos serviços oferecidos à população

A Urgência e Emergência do Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo de Santarém (HMS) recebeu 74.654 pacientes. Os dados estatísticos se referem aos últimos 10 meses do ano passado. O número representa, em média, 7465 pacientes por mês ou cerca de 250 pacientes diariamente. A meta assistencial estabelecida é de 72 mil atendimentos no setor de Urgência e Emergência.

Por ser uma Unidade que atende de portas abertas a população santarena e ainda os municípios do baixo amazonas, não é possível determinar o número de acolhimentos de acordo com o número de leitos. Faz-se necessário adequações diárias e mensais para que todos recebam o tratamento que precisam. Uma tarefa difícil, mas que se aperfeiçoou desde o momento em que o Instituto Panamericano de Gestão (IPG) venceu o processo seletivo aberto pela prefeitura para administrar o Hospital Municipal e a UPA 24h de Santarém, em março de 2018.

Novos fluxos técnicos e administrativos

Ao longo dos meses, com a aplicação de novos fluxos técnicos e administrativos, houveram mudanças importantes e visíveis. O cenário caótico de superlotação vem, progressivamente, sendo substituído pela humanização no atendimento prestado no HMS. O gerenciamento do Centro Cirúrgico foi uma das medidas adotadas de maior relevância, pois disponibilizou atuação para todas as especialidades ofertadas pelo Hospital nas 24 horas do dia.

Além disso, a contra referência de pacientes que não apresentassem quadro de urgência e emergência para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas da cidade garantiu que o HMS pudesse atuar nos casos mais graves. A transferência ocorre em respeito ao Protocolo de Manchester, método internacional que divide os pacientes por cores de acordo com a Classificação de Risco de cada um. Isso garante que pacientes com sintomas graves sejam atendidos primeiro, em respeito à vida dessas pessoas.

Desde o primeiro mês de atuação, o IPG realiza essa transferência através de um veículo próprio e climatizado, sem custos para o paciente e com acompanhamento de um profissional de enfermagem. “O paciente entra, recebe o diagnóstico com mais agilidade, é encaminhado para o setor específico onde terá o médico especialista que indicará o tratamento adequado”, explicou o diretor técnico do IPG, Dr. André Franco.

Todos esses dados de produtividade e eficiência na atuação diária só foram possíveis após o aumento no número de profissionais. O IPG realizou um Processo de Contratação Externa, ofertando mais vagas de emprego na cidade. “O número de colaboradores que atuavam no mês de março não conseguia atender a grande demanda”, ponderou André.

Dados de atendimento

O número de cirurgias aumentou gradativamente de março a dezembro, possibilitando a retirada de leitos dos corredores do HMS. Segundo a supervisora do setor, enfermeira Joicyane Assunção, foram realizadas 4.918 cirurgias no período. Dessas, 90% eram de emergência. No mês de agosto foram 556 cirurgias, o que equivale a 18 pessoas na sala de cirurgia por dia. Em dezembro foram 504. “Apesar do aumento exponencial da demanda, o mais importante é salientar que não ocorreu nenhum óbito durante os procedimentos”, enfatizou. 

Outro ganho importante para eficiência e agilidade no atendimento foi a inauguração do laboratório no HMS. Antes, o paciente aguardava até 24 horas para receber um diagnóstico do médico. Hoje, a espera é de no máximo 2 horas.

Desde a implantação do novo laboratório em agosto até o final do ano passado foram 134.291 exames laboratoriais realizados nas duas Unidades hospitalares – HMS e UPA 24h de Santarém. “Houve uma maior rotatividade e uma satisfação muito grande tanto para o usuário quanto para a enfermagem e para os médicos. Nos deram ferramentas eficazes para trabalhar e acolher melhor o paciente”, relatou Alba Leal, coordenadora de enfermagem.

Exames de imagem

Os exames que mais demandam na porta de entrada do HMS são as radiografias. Principalmente para pacientes de trauma. De março a dezembro foram 47.336 radiografias realizadas. Enquanto isso, a meta mensal é de 3150, o que foi ultrapassado continuamente. “Em outubro, por exemplo, foram feitos 4890 exames”, disse a enfermeira supervisora da urgência e emergência, Josiane Marques.

Nos últimos 10 meses, o HMS e a UPA 24 horas disponibilizaram 5.207 tomografias para pacientes internados. No mês de outubro, esse total chegou a 615 solicitações nas duas Unidades. Por ser um exame delicado e com alto custo, o processo de autorização era muito mais lento, dificultando o diagnóstico. Hoje, tudo ocorre com mais agilidade.

Outra novidade, há 5 meses as Unidades também passaram a fazer ecocardiograma. “Além disso e das Tomografias, são disponibilizados os exames de Raio X, Ultrassonografia e Eletrocardiograma”, destacou Josiane.

Metas alcançadas na UPA

Enquanto o Hospital passou a receber menos casos de pessoas com quadro clínico leve; a UPA, por sua vez, aumentou o número de atendimentos dentro de seu perfil de baixa complexidade. Isso é um ganho importante, principalmente levando em consideração que a Unidade enfrentava dificuldades para atingir a meta de 10.125 atendimentos por mês. Só em casos de urgência e emergência foram 107.662 pessoas acolhidas de março a dezembro. A meta era de 99 mil.

Foram registrados nos dados de produtividade da Unidade de Pronto Atendimento o número de 11.269 atendimentos no mês de setembro, 11.791 no mês de outubro, 10.893 e 12.322 para novembro e dezembro, respectivamente. “Esse aumento nos números de atendimento ocorreu por vários fatores, o principal é que as pessoas estão se conscientizando de que a UPA é um modelo de atendimento para atender qualquer situação de urgência. Ou seja, casos considerados sem risco de morte”, destacou o coordenador administrativo, Raifran Silva.

A UPA oferece vários serviços em saúde. Os setores de enfermagem e pediatria são os mais procurados. A maioria precisa passar por algum tipo de exame de imagem. O eletrocardiograma foi um dos mais solicitados pelos médicos nos últimos quatro meses do ano passado. No mês de setembro foi observado um número alto de pacientes que precisaram passar por um eletro, chegando a soma de 694. A meta é de 450 análises.

De setembro a dezembro, os exames foram feitos sistematicamente acima da meta. “O eletrocardiograma é importante para identificar algum problema cardíaco. Ele é muito utilizado para flagrar arritmias e taquicardias ou bradicardias”, finalizou o coordenador de enfermagem, Iliandre dos Santos.

Obstetrícia humanizada

O Hospital recebe diariamente várias mulheres grávidas, quer seja para atendimento emergencial do período gestacional ou o parto em si. Nos meses de outubro, novembro e dezembro nasceram 297, 342 e 363 bebês, respectivamente. Em média, nasce um bebê prematuro por dia no HMS. O número varia de 35 a 45 por mês. 342 bebês prematuros nasceram na obstetrícia do Hospital nos últimos 10 meses de 2018. Setembro foi o mês em que mais foram realizados atendimentos no berçário. O total naquele mês foi de 58 acolhimentos.

90% dos bebês prematuros precisariam de atendimento especializado em uma Unidade de grande porte. Porém, a grande maioria não consegue a transferência por conta da demanda no setor de regulação da Secretaria de Saúde. A equipe médica do Municipal, ainda assim, se esforça para tratar os recém-nascidos na própria Unidade.

Diante da grande demanda, as dificuldades são diárias. Porém, prestar uma assistência humanizada tem sido o foco da direção ao longo dos meses. Ofertar possibilidades de um parto humanizado é proporcionar que esta experiência seja vivenciada em sua plenitude. A supervisora da obstetrícia do HMS, a enfermeira Rúbidia Lima, destaca que é fundamental que a grávida receba uma escuta qualificada, reconhecendo as necessidades e favorecendo uma vivência prazerosa e segura para a parturiente. “Assistência humanizada e respeitosa garante à mãe o seu protagonismo”, ponderou.

Outra ação importante é garantir o direito das grávidas de ter um acompanhante. “Na obstetrícia, o pai da criança participa de todo o período do trabalho de parto, se essa for sua escolha, respeitando a Lei do Acompanhante”, falou o diretor geral do HMS e UPA, Dr. Itamar Júnior. Ele aproveitou para ressaltar que um projeto de reforma para o setor de Obstetrícia está em andamento e deve ser realizado no primeiro semestre de 2019, com recurso conquistado através de emenda parlamentar.

Alimentação hospitalar de qualidade

Em abril do ano passado a cozinha do HMS passou por um investimento em equipamentos, reformas e capacitações. Desde a implementação já foram produzidas 417.238 refeições para as duas Unidades hospitalares. Diariamente são feitas cerca de mil refeições: café da manhã; almoço; lanche e jantar. Isso somente para pacientes e para os acompanhantes que são autorizados a permanecerem na Unidade. Os funcionários recebem almoço e jantar aumentando ainda mais a produção.

São 23 profissionais, divididos por turnos, atuando na cozinha. O cardápio é do mais variado. A demanda alimentar recebe atenção de acordo com cada patologia. O trabalho é realizado para atender as necessidades nutricionais de cada um de acordo com as recomendações dos médicos. Hoje, a gastronomia hospitalar se baseia no servir bem.

Segundo Valda Gamboa, nutricionista clínica do HMS, o controle de qualidade da alimentação dos pacientes é realizado desde a chegada dos alimentos, da preparação até a distribuição. “São várias fases para o manuseio, preparo e embalagem correta até chegar ao paciente. Pensando sempre na segurança alimentar”, pontuou a nutricionista.

Retaguarda no tratamento pós internação

O HMS disponibiliza aos pacientes que necessitam de acompanhamento médico após as altas hospitalares consultas especializadas no Ambulatório da Unidade. A estimativa mensal da direção para consultas com especialistas é de 2.250. Nos últimos 3 meses do ano passado o número foi bem maior que o estimado. “Em outubro foram 3.346 pessoas consultadas; novembro foram 2.942 e dezembro 2.323 atendimentos”, afirmou Dr. Itamar Júnior.

O ambulatório do HMS atende também pessoas encaminhadas pela Secretaria Municipal de Saúde, através da regulação. Ou seja, a Secretaria realiza as marcações de acordo com o número de vagas. As especialidades disponíveis são: cirurgia geral, pediatra, neurocirurgia, cardiologia, otorrino, bucomaxilo, ortopedia, pneumologia, fonoaudiologia, medicina vascular, urologia e infectologia.

HMS atuando como referência para região oeste do Pará

De junho a dezembro de 2018, o HMS recebeu 1.394 pacientes de outros municípios, maioria da região oeste do Pará. Moradores de Itaituba, Monte Alegre, Oriximiná e Belterra foram os que mais estiveram em tratamento na Unidade. Os dados mostram 176,174,169 e 154, respectivamente. A maioria dos leitos ocupados são nos setores da UTI, Clínica Cirúrgica, Clínica Médica, pediatria e reanimação adulta e pediátrica.

Marcia Natalina Almeida, 62 anos, do município de Jacareacanga, agradeceu pelo tratamento recebido durante os dias em que ficou internada no HMS aguardando vaga no setor de hemodiálise. Ela conta que estava preocupada com a internação. “Nós não somos daqui e chega aqui eles dão toda assistência. Aqui a gente consegue ser atendida com atenção, por todas as especialidades e tem medicamentos necessários. Na minha cidade não tem”, desabafou.

Além das três citadas acima, as cidades que enviaram pacientes são: Alenquer, Almeirim, Altamira (não pactuado), Aveiro, Curuá, Faro, Uruará, Jacareacanga, Juruti, Mojuí dos Campos, Novo Progresso, Óbidos, Placas, Prainha, Rurópolis, Terra Santa e Trairão.

Missão e Visão

Unidades de Saúde bem estruturadas podem trazer benefícios imensuráveis à população. Principalmente quando se tem uma gestão eficiente, com a inserção de protocolos de acolhimento eficazes e se antecipando às necessidades futuras; promovendo qualidade e satisfação do usuário; minimizando desigualdades; oportunizando melhoria do atendimento e ofertando condições de vida, bem-estar e satisfação.

A missão do Hospital Municipal Alberto Tolentino Sotelo de Santarém (HMS) e da UPA é de proporcionar aos usuários um atendimento de qualidade, por meio de uma política de humanização, com atuação de profissionais qualificados, comprometidos com a presteza e a ética.

A visão do Municipal é ser referência regional em média complexidade com foco na eficiência e nos resultados assistenciais. Planos de Estratégias em saúde dependem de políticas e ações que assegurem prioridade aos esforços dirigidos. É importante haver um monitoramento contínuo dos requisitos. “Esse é o pilar da gestão do IPG”, reforçou Franco.









Natashia Santana - Assessora de Comunicação do HMS e UPA

SOB O COMANDO DA DELEGADA ANDREZA ALVES, DELEGACIA ESPECIALIZADA DE ATENDIMENTO À MULHER (DEAM) DE SANTARÉM, TEM OS MELHORES NÚMEROS DO ESTADO, DEPOIS DA CAPITAL, NO COMBATE AOS CRIMES DE VIOLÊNCIA SEXUAL E DOMÉSTICA. TRABALHO FOI ELOGIADO PELO DELEGADO JOSÉ HUMBERTO DE MELO JUNIOR, TITULAR DA DIRETORIA DE POLÍCIA DO INTERIOR (DPI)

Delegada Andreza Alves

Os números de prisões em flagrantes contra acusados de crimes contra mulher e de solicitações de medidas protetivas registrados na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Santarém, impressionam e servem de referência no Pará quando o assunto é o combate à violência doméstica no Estado. A afirmação é do delegado José Humberto de Melo Junior, titular da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), que esteve neste domingo (24), no município, onde reuniu com a cúpula da Polícia Civil de Santarém para avaliar e adequar o trabalho da polícia judiciária. 

Em entrevista coletiva à imprensa, na sede da 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, no bairro Santa Clara, José Humberto não poupou elogios ao trabalho da delegada Andreza Alves e toda equipe da DEAM diante de números tão expressivos obtidos no combate aos crimes de violência doméstica. Ele destacou que em todo o território paraense esse trabalho tem servido de exemplo para as demais unidades policiais. “São os melhores números da DEAM, sob o comando da delegada Andreza, em todo o Estado”, destacou.

Desde que passou a funcionar 24 horas, inclusive nos fins de semana, ocorreu uma explosão no número de prisões em flagrantes. “Com o atendimento ininterrupto, nós começamos a atender casos que antes eram registrados apenas na segunda-feira. O funcionamento da DEAM nos fins de semana garantiu o apoio que as vítimas de violência doméstica não tinham. Aumentou o número de flagrantes e o número de pedidos de medidas protetivas”, observou Andreza Alves. 

No ano passado, segundo a delegada, 98 pessoas foram presas em flagrantes por crimes de violência doméstica. O total de medidas protetivas também bateu recorde em 2018. No total foram mais de 1.300 ocorrências. Este ano, apenas no mês de janeiro já foram solicitadas 131 medidas protetivas. “Hoje, a rede de proteção às vítimas de violência sexual e doméstica foi ampliada e está obtendo resultados bastante satisfatórios. Nós percebemos esses avanços nas conversas com promotores, desembargadores e juízes que destacam a qualidade do atendimento que é desenvolvido hoje pela Delegacia da Mulher em Santarém. Nosso objetivo é proteger e garantir a integridade física, moral e social das mulheres santarenas”, finalizou a delegada Andreza Alves.

JK

SANTARÉM TEM UMA POLICIA CIVIL EFICIENTE E QUE MOSTRA SERVIÇO. DISSE O DELEGADO JOSÉ HUMBERTO, TITULAR DA DIRETORIA DE POLÍCIA DO INTERIOR QUE VISITOU SANTARÉM NESTE FINAL DE SEMANA

Delegado Germano, Delegado Jamil, Delegado Jose Humberto e Delegada Andreza Alves

Durante entrevista coletiva de imprensa, na manhã deste domingo (24), na sede da 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, em Santarém, que contou com a presença do delegado José Humberto de Melo Junior, titular da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), os delegados Jamil Farias Casseb e Germano do Vale, respectivamente diretor da Seccional e Superintendente Regional da PC no Baixo Amazonas, fizeram uma avaliação do trabalho da Polícia Civil no município e região nestes primeiros dois meses de 2019. Houve avanço no campo operacional, sobretudo com a solução de crimes de grande repercussão tanto em Santarém quanto nos demais municípios sob a jurisdição da Superintendência do Baixo Amazonas e algumas conquistas também no campo administrativo. 

Na avaliação de ambos os delegados, o trabalho da polícia judiciária está sendo aprimorado no dia a dia desde o início da gestão do novo governo. O delegado Germano do Vale, por exemplo, destacou a atuação das especializadas, principalmente as delegacias de Roubo e Homicídios, que este ano já solucionaram diversos crimes. A Divisão de Homicídios em nove casos de homicídios registrados este ano já elucidou oito, um número bastante expressivo diante da notoriedade de alguns casos que repercutiram e chocaram a sociedade local, como o do jovem Davi Silva Amaral, cujo principal suspeito se encontra preso. O delegado destacou ainda a parceria com a imprensa, que ajuda com a divulgação das ações policiais e mobilizando também a população, outra parceira importante. 

Por sua vez, o superintendente regional da Polícia Civil no Baixo Amazonas, delegado Jamil Farias Casseb, lembrou que a polícia está potencializando ao máximo a atividade policial, integrando as unidades nos municípios, interligando as ações de combate à criminalidade. “O resultado está aí nestes primeiros dias de 2019. Realizamos inúmeras ações com a prisão de várias pessoas envolvidas com o crime, principalmente com o tráfico de drogas. A última ação realizada em Óbidos resultou na prisão de uma quadrilha de traficantes que atuava naquela região. É importante ressaltar que nenhum caso solucionado conta com a sorte. Temos um serviço de inteligência que não para, que está sempre atuando nas investigações, identificando e monitorando essas organizações criminosas. Esse trabalho vai continuar pelo bem da nossa população”, finalizou Jamil.

JK

domingo, 24 de fevereiro de 2019

TIMES SANTARENOS FAZEM VERGONHA PROS SEUS TORCEDORES NO PARAZÃO 2019 E AS APOSTAS JÁ ESTÃO ABERTAS. QUAL DOS TRÊS TIMES SANTARENOS NÃO VAI CAIR PRA SEGUNDINHA? APENAS DOIS TIMES DO CAMPEONATO CAEM PRA SEGUNDINHA, SE FOSSE MAIS COM CERTEZA OS TRÊS IAM ABRAÇADOS

Clubes santarenos têm o pior desempenho de todos no campeonato estadual


Antes do início do Campeonato Paraense, muito se falou que Santarém seria o centro do futebol paraense do estado este ano por causa dos três clubes que participariam do Parazão. Nenhuma outra cidade do Pará possui mais de duas equipes disputando o estadual. Infelizmente, essa representatividade não correspondeu às expectativas dos torcedores. Dirigentes afoitos falaram muito, mas eles fizeram pouco. Com o início do returno da competição, o cenário não se mostra nada bom para São Francisco, Tapajós e São Raimundo. Os dois primeiros retornaram à elite do futebol e, com os recentes resultados, são novamente fortes candidatos a uma das vagas à Segundinha. Em situação mais crítica e capengando a cada rodada, está o São Raimundo. O time alvinegro é o único dos dez participantes que ainda não venceu no campeonato. Hoje (24), voltou a perder pro Remo, por 3 a 0, no Mangueirão. O Pantera marcou apenas três gols e já sofreu 12. Tem seis jogos, um empate e cinco derrotas! Para a equipe alvinegra, o caminho rumo à segunda divisão está cada vez mais curto. As próximas partidas serão decisivas. É jogo de vida ou morte.

O São Raimundo tem mais quatro jogos e, se vencer, pode chegar a 13 pontos. Se vencer todas as últimas partidas, ainda tem que fazer as contas dos resultados dos concorrentes diretos pela permanência na 1ª Divisão. Matematicamente ainda tem chances, mas precisa torcer, e muito, pelos tropeços de São Francisco, Tapajós, Castanhal e Bragantino, equipes que estão com menos 8 pontos na competição. Com exceção do Tapajós (que é do mesmo grupo dos alvinegros), o Pantera vai enfrentar os três e mais o Águia de Marabá, que, aliás, é o seu próximo adversário. Na sequência, pega Bragantino, Castanhal e São Francisco, no estádio Colosso do Tapajós. 

Antes do início do Parazão, a diretoria alvinegra se encheu de mistérios e fanfarronices nas redes sociais anunciando que montaria um supertime para o campeonato estadual e a Copa do Brasil. Para comandar a equipe, foi chamado o técnico Vladimir de Jesus, que caiu logo após a derrota contra o Bragantino, no primeiro turno. Com um elenco recheado de jogadores de outros estados, o São Raimundo não conseguiu evoluir na competição. A cada jogo, o desempenho do time em campo piorava. Para o lugar de Vladimir, trouxeram o técnico Everton Goiano, que treinava o Vitória da Conquista, time que estava com apenas um ponto e na lanterna do campeonato baiano. 

Ato contínuo: Everton chegou e na sequencia, o time sofreu mais quatro derrotas e foi eliminado da Copa do Brasil, pelo Criciúma. O clima na toca do Pantera não é dos melhores e já se ouve pelos corredores do clube, rumores sobre dispensa de jogadores que não estão agradando nem a comissão técnica e nem a torcida. Um registro à parte. A torcida alvinegra tem apoiado o clube, mas exige raça, garra e amor à camisa. O São Raimundo vive um de seus piores momentos no campeonato estadual justamente no ano em que o time comemora 10 anos de sua maior conquista: o Campeonato Brasileiro da Série D, de 2009. 

O Tapajós começou o Estadual dando pinta de que daria trabalho para os demais adversários. O time conseguiu o acesso à elite do futebol paraense conquistando a Segundinha, vencendo na final, o São Francisco. O Boto começou ganhando do Águia, depois perdeu pro Remo e empatou com o Leão santareno. O time estacionou na vice-lanterna do Grupo A2 com cinco pontos, à frente do São Raimundo. Desde então, acumula resultados negativos. Para piorar a situação, oito jogadores foram desligados do clube depois do rompimento da parceria entre o presidente do Tapajós, Sandiclei Monte, e um empresário que era dono dos passes dos atletas. O Boto já jogou seis vezes, venceu um único jogo, empatou outro e perdeu três. Marcou seis gols e tomou nove. Nas próximas rodadas joga contra o Remo, São Francisco, Bragantino (estádio Colosso do Tapajós) e Castanhal. 

Pra não ficar atrás (trocadilho oportuno), o São Francisco foi solidário com seus conterrâneos de competição nesta rodada. O Leão perdeu jogando em casa para o Independente por 2 a 0 e viu suas chances de subir mais um degrau no Grupo A1 irem pelo ralo. E tinha tudo pra isso acontecer, sobretudo pelo resultado da rodada. O time azulino entrou em campo já conhecendo os resultados dos outros jogos da sua chave. A matemática era simples: bastava uma vitória sobre o Galo Elétrico, e o terceiro lugar estaria garantido, uma vez que Bragantino e Castanhal apenas empataram. Infelizmente, nem tudo é como a gente quer. 

O Independente ignorou o bom momento do time azulino, principalmente depois da vitória no clássico RaiFran, e venceu o Leão. O time azulino tem quatro difíceis jogos para tentar se manter na primeira divisão. 

O São Francisco encara o Papão da Curuzu, no próximo dia 10, no Colosso do Tapajós. Na sequência, enfrenta o Tapajós (casa), o Paragominas (fora) e o São Raimundo (casa). 

O Leão completou seis jogos, venceu apenas uma partida, empatou um, tem quatro derrotas, sofreu 17 gols e marcou 10. Ponto negativo: tem a defesa mais vazada de todo o Parazão. 

A boa notícia (tem boa notícia) é que apenas um deles não vai cair. 

As apostas estão abertas.

JK

sábado, 23 de fevereiro de 2019

CARNAVAL DOS IDOSOS REALIZADO PELA PREFEITURA DE ÓBIDOS FOI UM SUCESSO

Carnaval dos idosos foi um sucesso em Óbidos

A Prefeitura de Óbidos, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), promoveram na última sexta-feira (22), um baile de carnaval para os usuários dos Serviços de Convivências e Fortalecimentos de Vínculos Nova Geração – Idosos e API Conviver.

O Evento aconteceu no auditório Casa de Cultura e contou com a participação da banda de Música do SCFV Manoel Rodrigues, que fizeram uma grande festa para os idosos. Cerca de 70 idosos são atendidos pelos projetos desenvolvidos pela SEMDES,

“Óbidos é muito forte no contexto do carnaval e sabemos que para eles isso não pode faltar, pois esse baile de carnaval é feito todos os anos, onde eles interagem com os outros grupos. É um momento de diversão pra eles”, informou uma das organizadoras do Baile.

O objetivo do SCFV é possibilitar à terceira idade espaços de convivência, favorecendo a melhoria da qualidade de vida, a valorização da autoestima, o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e a prevenção do isolamento social. São oferecidas atividades de formação cidadã, culturais e recreativas, que proporcionam o envelhecimento saudável e a defesa de direitos.












Assessoria de Comunicação - ASCOM
Prefeitura Municipal de Óbidos
Construindo uma Nova História

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

AGENTES DE TRÂNSITO DA SMT RECEBEM CAPACITAÇÃO PARA ATENDIMENTO AO CIDADÃO

Agentes de Transito fazendo curso de qualificação

Agentes de trânsito, fiscais de transporte, levantadores do Boletim de Acidente de Trânsito (BOAT) e guardas portuários participaram nos dias 20 e 21 de fevereiro de um curso de qualificação, ministrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O curso foi realizado no quartel do 3º Batalhão de Polícia Militar (3ºBPM) e teve como objetivo atualizar os conhecimentos dos profissionais que desenvolvem serviços nas ruas do município de Santarém.

"Esse curso de capacitação foi importante para auxiliar os agentes no trabalho que eles desenvolvem no dia a dia, na fiscalização de trânsito dentro do município de Santarém. De forma geral o tema abordado foi relacionado ao Código de Trânsito Brasileiro, algumas noções técnicas de abordagem, acidentes e identificação veicular. Nós repassamos algumas técnicas que desenvolvemos na Polícia Rodoviária Federal e que podem ser aplicadas pelos agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito. A gente sabe que a competência é um pouco diferente em razão de atuar dentro da área municipal, mas algumas informações podem sim ser utilizadas em seu dia a dia de trabalho", explicou o policial rodoviário federal Edioberto Sá de Oliveira.

O encerramento do curso contou com a participação do vice-prefeito José Maria Tapajós que agradeceu a PRF e a Polícia Militar pela parceria. "Nós viemos participar desse momento, que com toda certeza é muito importante para os profissionais que atuam no trânsito de nosso município, trazendo a mensagem do nosso prefeito Nélio Aguiar com os agradecimentos aos parceiros da prefeitura na organização e realização do evento. Cursos como este deixam nossos profissionais cada vez mais capacitados para desenvolverem seus trabalhos de forma coesa e com maior competência", ressaltou José Maria Tapajós.

Nos dois dias de capacitação, os agentes de trânsito, fiscais de transporte, levantadores do Boletim de Acidente de Trânsito (BOAT) e guardas portuários receberam orientações sobre técnicas de abordagem em condutores de transporte remunerado não autorizado, abordagens de trânsito, formas seguras de abordagem para o agente de fiscalização e para o condutor de veículos, legislação de trânsito, levantamento de perícias, treinamento para atuar em casos de acidentes simples, médios e graves.

Para o agente de trânsito SMT, Andreanze Andrade, cursos de qualificação como este são importantes para o aprimoramento dos conhecimentos já adquiridos pelos agentes. "Muito importante para nós colocarmos em prática em nosso serviço do dia a dia absorvendo a experiência deles que é a nível nacional, essa técnica de abordagem para a segurança do condutor e para nossa segurança. A educação junto ao mesmo, fazer o serviço de forma em que esteja totalmente respaldado, tudo que vier para melhorar nosso conhecimento é bem vindo, estamos aí para aprender e pôr em prática mais esses conhecimentos que nos foram repassados", finalizou.

Marina Bandeira, Agência Santarém

DEZ BAIRROS ESTÃO SEM ÁGUA EM SANTARÉM. POPULAÇÃO NÃO AGUENTA MAIS ESSA SITUAÇÃO. ALÔ GOVERNADOR?

Moradores de dez bairros em Santarém amanheceram a sexta-feira sem água em casa

Um problema no transformador do complexo Irurá, deixou pelo menos 10 bairros sem água nesta sexta-feira (22), em Santarém, no oeste do Pará. Informações repassadas à imprensa pelo diretor regional da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), Francisco Lopes, o Chicão, um incêndio no transformador principal das bombas que abastecem a caixa d’água do bairro Aeroporto Velho, provocou a suspensão do fornecimento de água para alguns bairros. 

"Infelizmente, o transformador principal que alimenta as bombas da caixa d'água do bairro Aeroporto Velho, pegou fogo e danificou o sistema. Equipe de engenheiros já está no local para avaliar os danos e tentar corrigir os problemas o mais breve possível para regularizar o abastecimento de água aos bairros afetados”, garantiu Chicão.

JK

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

VEREADOR GAÚCHO APRESENTA PROPOSTA NA CÂMARA MUNICIPAL, PARA O GINÁSIO POLIESPORTIVO DE SANTARÉM SE CHAMAR GINÁSIO POLIESPORTIVO PROFESSOR DJALMA LIMA

Vereador Gaúcho apresentou proposta de indicação para Ginásio Poliesportivo de Santarém se chamar
Ginásio Poliesportivo Professor Djalma Lima

O vereador Rogélio Cebuliski (PSB) usou a tribuna da Câmara Municipal de Santarém, durante a sessão desta quarta-feira (20/02), para apresentar a proposta de Indicação ao Governador do Estado, Helder Barbalho, para nomear o Ginásio Poliesportivo de Santarém de “Professor Djalma Lima”.

Gaúcho destacou que o “professor Djalma Lima com certeza contribuiu muito com o nosso município, inclusive reconhecido com a medalha Padre Felipe Bettendorf, maior honraria do Poder Executivo. Só para ilustrar a importância desse profissional, foi professor de educação física da ex-prefeita Maria do Carmo e do atual governador do estado Helder Barbalho”, enaltece.

O parlamentar encerrou agradecendo aos pares que subscreveram a Indicação.

Djalma Lima (1949-2016) – O homenageado era professor de Educação Física que fez história atuando em Santarém e em Belém. Nasceu em 10 de maio de 1949 e morreu vítima de uma parada cardíaca em 29 de novembro de 2016, na capital do Amazonas. Filho de Manoel Lima e Maria de Nazaré de Sousa Lima, Djalma se formou pela Escola Superior de Educação Física do Pará, com especialização em Saúde e Desporto pela Universidade do Estado do Pará.

Lima teve uma vida dedicada ao esporte. Dedicou-se à arbitragem, foi pioneiro no ramo de academia de musculação e ginástica no município, exerceu o cargo de presidente da Liga Esportiva de Santarém, além de ter sido professor de milhares de santarenos, profissionais de várias áreas e também de políticos com representatividade municipal e estadual.

ASCOM/CMS

VEREADOR ANDRÉ DO RAIO-X, SUBIU NA TRIBUNA DO POVO, E DISSE QUE FICOU FELIZ COM AS MELHORIAS QUE VIU NO HOSPITAL MUNICIPAL DE SANTARÉM. "DEPOIS DE 8 MESES QUE A EMPRESA IPG ASSUMIU O HOSPITAL, COMEÇA A SURGIR O RESULTADO POSITIVO QUE A GENTE ESPERAVA", DISSE O VEREADOR NA TRIBUNA

Vereador vistou o hospital e gostou do que viu

Na sessão desta quarta-feira (20/02), na Câmara Municipal de Santarém, o vereador André do Raio-X usou a tribuna para reiterar os requerimentos apresentados na sessão relacionados às áreas de saúde e educação, além de uma visita de avaliação ao Hospital Municipal.

André destacou a visita que fez ao HMS para avaliar os serviços que são oferecidos à população. Acompanhado do diretor da unidade Itamar Júnior, o vereador visitou leitos e departamentos, também conheceu o setor de recuperação, antiga reanimação, que passou por mudanças não somente na nomenclatura.

“Fiquei muito feliz. Como faço parte da área da saúde, a gente sempre quer o melhor para as pessoas que buscam atendimento. Fiquei feliz de entrar no espaço e ver melhorias. Depois desses oito meses que essa empresa está ali, começa a surgir um resultado positivo que a gente esperava. Esperamos que ela possa fazer muito mais”, ressaltou André do Raio-X.

O democrata cristão também discursou sobre os exames laboratoriais que agora são colhidos nas unidades de saúde e não mais no Hospital Municipal. Segundo o vereador, no ano passado foi realizada uma reunião com a Secretaria Municipal de Saúde, Conselho de Saúde, Comissão de Saúde da Câmara, além de outros vereadores, em que teria sido apresentada a necessidade de reajustar a coleta de exames, que deixou de ser responsabilidade do Hospital Municipal para a SEMSA. Nesta quarta-feira, o vereador destacou que muitos pacientes têm reclamado da falta de estrutura nas unidades de saúde para atender à demanda de exames.

ASCOM/CÂMARA

PREFEITURA DE ÓBIDOS LEVA ATENDIMENTO MÉDICO E ASSISTÊNCIA A SAÚDE PARA A POPULAÇÃO RIBEIRINHA

“Estratégia Saúde da Família Ribeirinha- ESFR,” 
na qual é levada a assistência da saúde para 
a população ribeirinha em loco

A Prefeitura de Óbidos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, considerando a especificidade local e de acesso do município Óbidos para a assistência à saúde, hoje vem apresentar a nova modalidade de Estratégia Saúde da Família, denominada “Estratégia Saúde da Família Ribeirinha- ESFR,” na qual é levada a assistência da saúde para a população ribeirinha em loco.

As Equipes de Saúde da Família Ribeirinha (ESFR) desempenham a maior parte de suas funções em Unidades de Apoio, localizadas em comunidades pertencentes à área adscrito, cujo acesso se dá por rio e que, pela grande dispersão territorial, necessitam de embarcações para atender às comunidades dispersas do território.

A equipe é composta por uma Médica, 2 Enfermeiras e 3 técnicas de enfermagem, e contam com o apoio ainda dos Agentes Comunitários de Saúde das comunidades assistidas. São realizadas: Consultas Médicas, Consultas de Enfermagem para os programas estabelecidos pelo Ministério da Saúde, realização de Testes Rápidos para HIV, Sífilis, Hepatites B e C, Vacinação e administração de Vitamina A.

As comunidades já contempladas com os atendimentos foram: Nossa Sra. Das Graças e Sagrado Coração de Jesus, na região do Parú, nos dias 13 e 14 de fevereiro, e no último dia 20, as comunidades atendidas foram: Muratuba, Muratubinha e Santa Cruz, que juntas somaram um total de 92 consultas médicas, 61 consultas de enfermagem, 148 testes rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites B e C, 14 coletas de PCCU, além de aferição de P.A., glicemia capilar e entre outros atendimentos.

Outras comunidades de várzea serão atendidas conforme o planejamento executado pela equipe técnica da SEMSA, selecionadas de acordo com a concentração populacional e localização favorável para o deslocamento do maior número de ribeirinhos possíveis. As viagens acontecem duas vezes por semana, e serão mantidas com recursos do próprio programa, concedidos pelo Ministério da Saúde pela habilitação da equipe no município de Óbidos.










ASCOM - Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Óbidos